Economia

Governo confirma adiamento para março de anúncio de corte no Orçamento

"Não tínhamos ainda os números todos", afirmou Simão a jornalistas ao sair de uma reunião no Palácio do Planalto

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro do Planejamento, Valdir Simão, confirmou na noite desta quinta-feira (11) que o contingenciamento do Orçamento deste ano será anunciado apenas em março, como já vinha sendo especulado desde o início da tarde de hoje. O senador Romero Jucá disse no fim do dia que o Congresso não votará a CPMF enquanto o ajuste de gastos não for divulgado.

“Não tínhamos ainda os números todos”, afirmou Simão a jornalistas ao sair de uma reunião no Palácio do Planalto. “Adiamos para fazer o relatório no mês de março”, completou ele, que, sem dar detalhes, disse também que a programação financeira constará de decreto a ser publicado amanhã “com limite restrito do Orçamento”.

O adiamento havia sido discutido durante a manhã pela presidente Dilma Rousseff com os ministros Jaques Wagner (Casa Civil), Nelson Barbosa (Fazenda) e Valdir Simão (Planejamento), segundo a Folha de S. Paulo. Legalmente, o governo teria prazo até o dia 23 de março para fazer este anúncio, e não amanhã, conforme era o entendimento anterior.

Aprenda a investir na bolsa