Governo anuncia conjunto de medidas para melhorar a área de segurança pública

Considerado o PAC da segurança, Pronasci prevê investimentos em 11 capitais com maiores índices de criminalidade do país

SÃO PAULO – O ministro da Justiça Tarso Genro apresentou nesta quinta-feira (31) o plano final do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). O programa prevê investimentos em segurança em onze capitais com índices de criminalidade mais elevados, com o objetivo de reduzir a violências nestes locais.

O Pronasci surge da idéia de integração de políticas sociais aliadas a medidas de reabilitação da força policial. Há também a idéia de reforma no sistema carcerário e reabilitação de jovens infratores.

O programa é considerado o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) da segurança. Tarso afirmou que o Pronasci irá complementar os programas de segurança que estão em andamento pelo governo e que pretende mudar o conceito de segurança no país com o novo projeto.

Destino dos investimentos

PUBLICIDADE

O ministro da Justiça adiantou que para os policiais o programa irá propor um piso salarial, acompanhamento médico e psicológico e uma linha especial de crédito imobiliário pela Caixa. Estes benefícios não seriam restringidos apenas nos limites das capitais.

Com relação aos jovens, Tarso afirmou que o processo de reabilitação será diferenciado, com acompanhamento psicológico e uma avaliação de qual seria o programa mais indicado para o jovem ser integrado novamente à sociedade. Isto dependeria do grau do crime cometido e da avaliação do psicólogo sobre o menor infrator.