Fundos: maioria dos investidores possui entre 2 e 4 tipos, diz pesquisa

Segundo dados divulgados na última quarta-feira, 58% dos investidores de fundos têm entre dois e quatro tipos diferentes

SÃO PAULO – A maioria dos brasileiros que investem em fundos aplicam entre dois e quatro fundos diferentes, de acordo com um levantamento efetuado pelo Ibope Inteligência, sob encomenda da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiros e de Capitais).

Segundo os dados divulgados na última quarta-feira (18), 58% dos investidores de fundos têm entre dois e quatro tipos diferentes. Já aqueles que possuem apenas um fundo são 30% do total, enquanto os que têm 5 ou mais fundos totalizam 9%.

Ainda de acordo com o levantamento, 23% das aplicações em fundos somam mais de R$ 100 mil, enquanto 21% estão entre R$ 5 mil e R$ 20 mil e 16% são de até R$ 5 mil. Já as aplicações entre R$ 20 mil e R$ 50 mil são 15% do total, enquanto aquelas entre R$ 50 mil e R$ 100 mil totalizam 12%.

PUBLICIDADE

Permanência no fundo e avaliação do investimento
Segundo a pesquisa, 42% dos investidores de fundos permanecem com a aplicação por mais de dois anos, enquanto 23% ficam entre um e dois anos com o valor aplicado.

Já para 23% dos investidores, o tempo médio de permanência em um fundo varia entre 6 meses e um ano e para 11%, não chega a 6 meses.

A maior parte dos investidores (41%) avalia o fundo mensalmente, enquanto 21% fazem avaliações a cada três meses, 13% a cada seis meses e 15% a cada ano ou mais. Já 7% dos entrevistados afirmaram que avaliam o fundo todos os dias.