EUA: pacote de US$ 819 bilhões passa na Câmara e só depende de aval do Senado

Projeto da equipe econômica de Obama atende expectativas e é aprovado por 244 votos a favor e 188 contra

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A primeira etapa para concretização do pacote de estímulo de Barack Obama foi concluída na noite desta quarta-feira (28). Por 244 votos a favor e 188 votos contra, o plano passou pela Câmara norte-americana.

Com a aprovação pela Câmara dos Representantes, o projeto agora precisa do aval do Senado. Após muita especulação sobre os valores, o programa relaciona US$ 819 bilhões, de acordo com a mídia internacional. Serão US$ 544 bilhões para investimentos e US$ 275 bilhões em cortes de impostos.

A projeção é que o Senado avalie o plano no início da próxima semana. O foco central do projeto são garantias do governo ao setor imobiliário, com taxas de desconto de 4% para as incorporadoras. Os empréstimos estarão disponíveis tanto para novas construções como mutuários que queiram re-financiar suas hipotecas.

Pressa na aprovação

Aprenda a investir na bolsa

A porta voz da Casa Branca Nancy Pelosi afirmou que “é o que devemos fazer, é o que o presidente Obama manifestou desde seu discurso inaugural”.

“Mais uma semana de atraso e são 100 mil ou até mais demissões. Acho que não queremos levar isto em nossas consciências”, argumentou o partidário republicano David Obey.

Expectativa atendida

A aprovação pela Câmara vai ao encontro da expectativa criada pelo mercado nesta quarta-feira. As bolsas internacionais enfrentaram uma sessão de fortes ganhos, apostando na aprovação do pacote.

Outra medida de Obama que alimentou ganhos da renda variável é a expectativa de criação do Bad Bank, uma instituição que assuma os ativos podres em posse das instituições financeiras.