Em 2014, 500 milhões de pessoas usarão transferência de dinheiro por celular

Crescimento da tecnologia será mais intenso em países em desenvolvimento e trará desafios políticos e regulatórios

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O número de pessoas que farão transferência de dinheiro por celular irá ultrapassar 500 milhões em 2014, revelou pesquisa da Juniper Research divulgada nesta quinta-feira (19).

O crescimento da tecnologia será mais intenso em países em desenvolvimento, como os da África e do Oriente Médio.

De acordo com a pesquisa, o desenvolvimento da tecnologia, por sua vez, trará desafios políticos, regulatórios e comerciais em todo o mundo.

Serviços bancários

Aprenda a investir na bolsa

A pesquisa detectou que, nas economias globais em desenvolvimento, apenas um percentual pequeno da população tem uma conta no banco ou um cartão de crédito. Um grande percentual, por sua vez, possui um telefone celular ou acesso a um aparelho.

No Brasil, uma pesquisa realizada pelo HSBC Seguros com 1.017 pessoas mostrou que 67% das pessoas tinham cartões de crédito e 57%, conta-corrente. No País, existem 166,1 milhões de celulares, mais de oito para cada 10 habitantes.

O fato é que, nos países com serviços bancários menos popularizados, as pessoas irão usar mais o celular do que os serviços de autoatendimento ou, até mesmo, correspondentes bancários.