AO VIVO Radar InfoMoney: Ambev cai com Morgan rebaixando recomendação com aumento de competição e saída do Brasileirão

Radar InfoMoney: Ambev cai com Morgan rebaixando recomendação com aumento de competição e saída do Brasileirão

Eleições nos EUA

Donald Trump, o grande vencedor das primárias – democratas – em Iowa

Caos nas primárias de Iowa aumentam as incertezas sobre os democratas e prejudicam a credibilidade do partido ao não conseguir organizar a votação

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Começaram na noite de segunda-feira (3) as primárias democratas para decidir qual será o candidato do partido nas eleições gerais deste ano. Mas a confusão de se instaurou no estado de Iowa, que não conseguiu divulgar seu resultado mais de 12 horas depois da votação, colocou como vitorioso um republicano: Donald Trump.

Apesar de não ser decisivo para a disputa, Iowa ganhou importância desde os anos 1970, quando se tornou o estado que inaugura a disputa democrata, sendo um importante termômetro para a corrida eleitoral. Porém, seu sistema de disputa, o “caucus” é considerado antiquado há anos.

Por conta disso, foram feitas mudanças no sistema (clique aqui para ver como funciona) para dar mais transparência e credibilidade, mas não deu certo. O resultado (ou a falta dele) foi um grande aumento da incerteza sobre as eleições, além de um duro golpe contra os democratas, com o que muitos estão chamando de demonstração de incompetência.

Aprenda a investir na bolsa

O caucus teve início às 22h de segunda (horário de Brasília) em mais de 1600 locais, ente escolas, igrejas e bibliotecas, e até às 13h30 desta terça ainda não havia um sinal de quando o resultado oficial seria declarado. Pior que isso, não havia uma explicação do comitê democrata – que apenas admitiu problemas no aplicativo que computa os dados – para o motivo de tanta demora.

Isso gerou muitas especulações, desde fraude até um ataque hacker, mas o que todos comentam é sobre a desorganização do pleito. Diante de todo o caos desta disputa, três pré-candidatos aproveitaram para comemorarem, mesmo sem números oficiais: Bernie Sanders, Elizabeth Warren e a surpresa Pete Buttigieg. De outro lado, Joe Biden, favorito na disputa, indicou certo desapontamento com o possível resultado.

E é aí que Trump aparece. Enquanto os primeiros sinais da desordem democrata surgiam, Brad Parscale, gerente da campanha de reeleição do atual presidente, correu para criticar o partido de oposição: “Não conseguem nem administrar um caucus e ainda querem administrar o governo. Não, obrigado.”

O próprio presidente aproveitou para se promover no Twitter: “O Caucus Democrata é um desastre absoluto. Nada funciona, assim como quando eles administravam o país. Lembre-se do site de US$ 5 bilhões do Obamacare, que deveria custar 2% disso. A única pessoa que pode reivindicar uma grande vitória em Iowa na noite passada é ‘Trump'”, escreveu ele ironizando o fato de que ele venceu a primária republicana em Iowa.

PUBLICIDADE

A situação dos democratas já era complicada, com as principais pesquisas indicando vitória de Trump na eleição não importa qual adversário ele enfrente. Além disso, o fato das primárias começarem com pelo menos 5 pré-candidatos em condições de vencer também deixa a corrida mais fraca, indicando uma falta de unidade dentro do partido.

O caucus de Iowa foi um desastre e piora a situação. A imprensa americana e os republicanos não param de falar sobre a incapacidade que eles tiveram de administrar um votação em um pequeno estado.

Agora, os democratas terão pouco tempo para provarem que podem reverter a situação: na próxima terça-feira ocorrem as primárias em New Hampshire. Enquanto isso, Trump segue tranquilo observando a confusão da oposição.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos