Política

Dominguetti confirma à CPI acusação que ex-servidor pediu propina de US$ 1 por dose de vacina

Representante da empresa Davati Medical Supply, Dominguetti disse que foi oferecido ao ministério a venda de cada dose por US$ 3,50

Por  Reuters -

BRASÍLIA (Reuters) – Apontado como revendedor de vacinas, Luiz Paulo Dominguetti confirmou nesta quinta-feira à CPI da Covid do Senado que o então diretor do Departamento de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias, pediu-lhe propina no valor de 1 dólar por dose para acertar a aquisição pela pasta de 400 milhões de doses da vacina da AstraZeneca contra Covid-19.

Representante da empresa Davati Medical Supply, Dominguetti disse que foi oferecido ao ministério a venda de cada dose por 3,50 dólares. Contudo, Dias cobrou-lhe um adicional de um dólar para cada dose.

“Pedido dessa majoração foi exclusivamente do senhor Roberto Dias”, afirmou ele à CPI.

“Nunca se buscou uma facilidade por parte dele. Essa facilidade não ocorreu porque ele sempre colocou o entrave no sentido de que, se não se majorasse a vacina, não teria aquisição por parte do ministério”, reforçou.

Leia também:
CPI da Pandemia ouve Luiz Paulo Dominguetti, vendedor de vacina que acusa governo de pedido de propina; acompanhe

O representante da empresa confirmou à CPI o relato que fez em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. Roberto Dias foi exonerado do cargo logo após a revelação do jornal.

Dominguetti, que é cabo da ativa da Polícia Militar de Minas Gerais e disse atuar como representante para complementar renda, afirmou que recusou a oferta e depois deixou o encontro que tiveram, num restaurante localizado em um shopping em Brasília, onde o pedido de pagamento de propina teria sido feito.

Ele também disse não saber quantas doses da vacina da AstraZeneca contra Covid-19 a Davati possuía, alegando que essas informações eram confidenciais e pertencentes à empresa que afirma representar.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe