Desgaste de Lula

Dilma vê efeito-Lula sobre impeachment e ordena defesa; PSDB tenta CPI para investigá-lo

Segundo integrantes do Palácio do Planalto, o desgaste de Lula cresce a cada dia sem que ele dê sinais de reação; Nelson Jobim pode ser o porta-voz do ex-presidente

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com o cerco a Luiz Inácio Lula da Silva se fechando, a presidente Dilma Rousseff determinou aos ministros que exortassem os aliados a sair em defesa do ex-presidente, segundo informações da coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Vendo impacto do desgaste de Lula sobre o impeachment, a ordem foi prontamente cumprida na última terça-feira (2) pelo ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner. 

Segundo integrantes do Palácio do Planalto, o desgaste de Lula cresce a cada dia sem que ele dê sinais de reação. A presidente recebeu informações de que o petista estaria abatido, o que foi negado por sua equipe. Ela pretende encontrá-lo depois do Carnaval. 

Para o governo, há uma operação de forma a unir o impeachment com a crise envolvendo Lula. “Se a presidente defender muito, chama tudo para o colo dela”, afirmou um auxiliar do Planalto à coluna. 

Aprenda a investir na bolsa

Segundo a coluna de Monica Bergamo, do mesmo jornal, um dos candidatos a porta-voz de Lula é o ex-ministro da Justiça Nelson Jobim. “Ele é o nome preferido dos que argumentam que o ex-presidente passe a ser defendido por um político de estofo, que consiga se contrapor à avalanche de suspeitas e críticas feitas pela imprensa”. A avaliação feita é que a comunicação de Lula feita “para blogueiros” é necessária, mas não suficiente para o momento que ele atravessa.

Em meio ao cerco contra Lula, o PSDB tentará criar CPI para investigar o ex-presidente, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, através de uma Comissão para apurar irregularidades envolvendo a Bancoop (Cooperativa Habitacional do Sindicato dos Bancários).

Conforme informa o jornal, dentre as principais estratégias da oposição a Dilma e ao PT neste ano está a criação de CPIs com potencial de desgastar o partido e a presidente. Até março, devem ser abertas três vagas de CPI na Câmara. A primeira a ser instalada deve ser a do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais), a segunda será a da Fifa e a terceira, por ordem de inscrição, seria do DPVAT, que pode ser derrubada para dar lugar a uma CPI que mire a Bancoop. O alvo dessa CPI, além de Lula, seria o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto. 

Carteira da InfoMoney bateu o Ibovespa em 8 pontos em janeiro: você já baixou a sua?