Saída

Deputados do PT cogitam fazer desfiliação coletiva, diz Folha

De acordo com a publicação, o movimento inclui nomes como os de Arlindo Chinaglia (SP) e Marco Maia (RS), ex-presidentes da Câmara, além da ex-ministra Maria do Rosário (RS)

SÃO PAULO – 26 deputados federais do PT discutem um desembarque coletivo da sigla após as eleições municipais de outubro, afirma a Folha de S. Paulo. Estes políticos representam quase metade dos 57 integrantes da bancada do partido hoje em exercício na Câmara de Deputados.

De acordo com a publicação, o movimento inclui nomes como os de Arlindo Chinaglia (SP) e Marco Maia (RS), ex-presidentes da Câmara, além da ex-ministra Maria do Rosário (RS). A desfiliação começou a ser organizada no segundo semestre de 2015, tendo como ponto de partida a criação da tendência Muda PT, que somava 35 deputados à época.

A saída não ocorreu antes por causa do avanço do processo de impeachment de Dilma Rousseff (PT) no Congresso. Com o risco de afastamento da presidente, os petistas tiveram que concentrar seus esforços na defesa do mandato dela, por isso a decisão de retomar o debate após a corrida municipal.

PUBLICIDADE

Especiais InfoMoney:

Confira a atualização do Guia 2016 e a Carteira InfoMoney de abril, que tem 5 novos papéis: CLIQUE AQUI

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa