Tensão política

Cunha promete que fará o “inferno” contra Dilma se ela reconduzir Janot à PGR

De acordo com informações do Globo, o presidente da Câmara deve dificultar ainda mais as votações no Congresso se o procurador se mantiver no cargo até 2017

SÃO PAULO – O Presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), engrossou o tom em recado para a presidente Dilma Rousseff (PT). De acordo com informações do jornal O Globo, Cunha pediu ao ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante (PT) que ele informasse à presidente que se ela der novo mandato ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, um novo mandato, ele irá trazer “o inferno” ao governo. 

O presidente da Câmara está em pé de guerra com Janot desde que este o incluiu em uma lista de políticos envolvidos no escândalo investigado pela Operação Lava Jato. O procurador pediu abertura de inquérito sobre o peemedebista por ele ser um dos supostos beneficiados pelo esquema de corrupção bilionário que desviava verbas dos cofres da Petrobras (PETR3; PETR4). 

Dentres as retaliações de Cunha estiveram a tentativa de aprovar uma PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que impede a recondução dos procuradores e a articulação com aliados para convocar Janot para a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Petrobras. 

PUBLICIDADE

O mandato da Procuradoria-Geral da República vencerá em setembro, sendo que a eleição para o mandato de 2015 a 2017 deverá ser realizada no começo de agosto. Dentre os três primeiros colocados, a presidente escolherá aquele que irá exercer o cargo. 

O clima político entre PMDB e o Planalto voltou a ficar tenso com as derrotas do governo nas mudanças do Fator Previdenciário e na Medida Provisória 664.