Crítico da política monetária do BC será o novo secretário de Política Econômica

Júlio Sérgio Gomes de Almeida é o mais novo integrante escolhido para a equipe do ministro da Fazenda Guido Mantega

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Até o momento, houve poucas divergências sérias entre a diretoria do Banco Central e os membros da equipe do ministro da Fazenda Guido Mantega. No entanto, a confirmação de Júlio Sérgio Gomes de Almeida para o cargo de secretário de Política Econômica eleva as incertezas sobre a continuidade deste cenário.

Tido como um dos maiores críticos da política monetária do BC, Júlio Sérgio, além de defender medidas para valorizar o dólar – o que na sua visão, criaria melhores bases para o crescimento econômico – já afirmou diversas vezes que a autoridade monetária deveria tomar uma postura mais agressiva em relação à redução dos juros.

Elaboração de medidas micro e macroeconômicas

Responsável pela direção-executiva do Iedi (Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial), o economista entra na equipe de Guido Mantega para comandar a secretaria da Fazenda, responsável pela elaboração de medidas microeconômicas e pela análise e avaliação do desempenho macroeconômico do país.

Aprenda a investir na bolsa

O diretor do Iedi vem substituir o secretário-adjunto Otávio Damaso, que ocupava interinamente o cargo de secretário de Política Econômica desde o final de março, quando Bernard Appy deixou a vaga para assumir a secretaria-executiva da Fazenda. A data para a cerimônia de posse de Júlio Sérgio Gomes de Almeida ainda não foi marcada.