CPI do Apagão Aéreo irá se reunir durante recesso parlamentar

Presidente Lula deve fazer pronunciamento para divulgar as ações que o governo federal irá implementar no setor aéreo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Apagão Aéreo marcou uma reunião para a próxima sexta-feira (20), a fim de votar uma série de requerimentos para apurar o acidente ocorrido com o avião da TAM na última terça-feora, segundo o relator Marco Maia.

Entre os requerimentos previstos para a reunião, que ocorrerá durante o recesso parlamentar, há pedidos de convocação do presidente da TAM, Marco Antonio Bologna, do chefe do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, Jorge Kersul Filho, e dos controladores de vôo que trabalhavam no momento do acidente.

De acordo com o relator, o prazo de investigação da CPI na Câmara deve ser estendido. Maia ainda quer que dois deputados acompanhem a degravação da caixa-preta do avião nos EUA, para acelerar a investigação. O comandante da Aeronáutica, Juniti Saito, disse que a perícia deve ser concluída em 30 dias, podendo ser prorrogados por mais 30.

Lula deve anunciar medidas

Aprenda a investir na bolsa

Segundo informações veiculadas na imprensa, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva planeja fazer um pronunciamento na próxima sexta-feira para divulgar as ações que o governo federal irá implementar no setor aéreo após o acidente em São Paulo.

Possivelmente o pronunciamento ocorrerá após reunião do Conselho de Aviação Civil (Conac), quando serão discutidas medidas para a redução do tráfego aéreo no aeroporto de Congonhas.

O Conac foi convocado pelo presidente para discutir a crise depois do acidente com o Airbus da TAM. O órgão é composto por sete ministros, mas tem entre seus convidados os presidentes da Infraero, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e do Departamento de Políticas de Aviação Civil.