Consumidor do Sul é o que mais deve gastar com material de construção

De acordo com estudo, morador da região gastará cerca de R$ 676,39 neste ano, 25,62% mais do que a média nacional

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O morador da região Sul do país é o que terá o gasto mais elevado com material de construção em 2012, segundo revelam estimativas do Pyxis Consumo, ferramenta de dimensionamento de mercado do Ibope Inteligência, divulgadas nesta terça-feira (27).

De acordo com o estudo, o morador da região gastará cerca de R$ 676,39, 7,30% a mais do que o segundo consumidor que mais gastará, o da região Centro-Oeste (R$ 630,39). Na comparação com a média nacional, de R$ 538,42, o gasto por habitante da região Sul é 25,62% mais alto.

Ainda no que diz respeito ao gasto por habitante, a região Sudeste gastará R$ 596,43 este ano, enquanto que os gastos anuais per capita das regiões Norte e Nordeste devem ficar em R$ 401,15 e R$ 356,69, nesta ordem.

Aprenda a investir na bolsa

Potencial de consumo
No geral, o brasileiro gastará R$ 87,79 bilhões com material de construção neste ano, sendo que o Sudeste possui o maior potencial de consumo, com 51,3% do total, respondendo por R$ 45,04 bilhões do total gasto.

Na região, os consumidores das classes B e C são os que mais devem gastar: R$ 20,62 bilhões e R$ 14,45 bilhões cada.

Na tabela abaixo é possível conferir o potencial de consumo de cada região e a classe social que mais gastará em cada uma delas.

Potencial de Consumo
RegiãoPotencial em R$  Potencial em %Classe que mais vai gastar
NorteR$ 4,80 bi5,47%Classe C (R$ 1,97 bilhão)
NordesteR$ 14,03 bi15,99%Classe C (R$ 5,92 bilhões)
SudesteR$ 45,04 bi51,30%Classe B (R$ 20,62 bilhões)
SulR$ 15,88 bi18,08%Classe B (R$ 7,58 bilhões)
Centro-OesteR$ 8,04 bi9,16%Classe B (R$ 3,03 bilhões)