Comissão da Crise realizará audiência pública para ouvir bancos e lojistas

A reunião acontece nesta quarta-feira (15); a Comissão Especial foi criada para monitorar a crise e propor soluções ao Governo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Câmara dos Deputados realiza, nesta quarta-feira (15), audiência pública para discutir a crise, por meio da recém criada Comissão Especial da Crise Financeira – Área de Sistema Financeiro e Mercado.

Na reunião, que ouvirá representantes dos bancos e lojistas, os integrantes da comissão também votarão pedidos para a realização de novas audiências, de acordo com a Agência Câmara.

Entre os presentes estarão o presidente da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), Fábio Colleti; o superintendente da CDL do Distrito Federal (Câmara de Dirigentes Lojistas), Antônio Xará; o presidente da CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), Roque Pellizzaro Júnior.

Aprenda a investir na bolsa

Também comparecerão o presidente do Serasa, Francisco Valim; o presidente do Sindicato das Seguradoras, Previdência e Capitalização de Santa Catarina, Paulo Lückmann; e o diretor-presidente da Bolsa de Mercados e Futuros da Bovespa, Edemir Pinto.

Comissões são marcadas pela preocupação e pressa

“A sociedade quer resultados”, afirmou o presidente da comissão especial da Indústria, deputado Albano Franco (PSDB-SE), justificando a instalação das comissões especiais da crise econômica, no último mês, de acordo com a Agência Câmara.

Essas comissões surgiram para monitorar a crise e sugerir propostas para o governo. Segundo os deputados, o Congresso tem de dar respostas rápidas para combater a crise. “Se não tivermos uma ação rápida, não temos por que existir”, disse o deputado Guilherme Campos (DEM-SP).

A Comissão é dividida em subcomissões que tratam de cada setor da economia. Há a subcomissão do Comércio, da Indústria, da Agricultura, a de Serviços e Emprego, e a do Sistema Financeira e Mercado.