Segundo Estadão

“Começo a entender por que me afastaram”, diz Eduardo Cunha

Em entrevista ao portal Estadão, o presidente suspenso da Câmara faz insinuações sobre os interesses do governo em seu afastamento

SÃO PAULO – O presidente suspenso da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), disse em entrevista à Coluna do Estadão que a decisão do seu substituto interino na casa, Waldir Maranhão (PP-MA), de suspender o processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff o faz “começar a entender ” os motivos que levaram o Supremo Tribunal Federal a afastá-lo do cargo que ocupava até a última quinta-feira.

O peemedebista ressaltou ainda o fato de todos os técnicos da casa se posicionarem contra o recurso de Maranhão, e disse que o recurso estava sendo analisado por ele enquanto presidente. “Eu estava decidindo se mandaria para a CCJ ou não, só por isso não mandei arquivar”, argumentou. O deputado afirmou ainda que a manobra não muda sua posição negativa com relação a uma possível renúncia.

Em mensagem pelo celular à Bloomberg, o deputado classificou a decisão do presidente interino de “absurda” e “irresponsável”.

PUBLICIDADE