Votação amanhã

Câmara restringe acesso em dia de votação da reforma da Previdência em comissão

A restrição de acesso se deve à invasão de agentes penitenciários na noite da última quarta-feira (3), que interrompeu a votação dos destaques do relatório 

Aprenda a investir na bolsa

A Diretoria Geral da Câmara dos Deputados montou um esquema especial de segurança nesta semana em virtude da conclusão da votação da Reforma da Previdência na comissão especial. Nos próximos dias, o acesso a Casa será restrito e as visitações institucionais estão suspensas até quarta-feira, 10.

A restrição de acesso se deve à invasão de agentes penitenciários na noite da última quarta-feira, 3. Os manifestantes arrebentaram a fechadura de um portão e interromperam a sessão de votação na comissão especial. A votação dos destaques da reforma previdenciária foi suspensa e será retomada nesta terça, 9.

Em comunicado, a Diretoria Geral informa que o acesso será autorizado apenas a parlamentares, servidores e colaboradores credenciados. A chapelaria, principal acesso à Câmara, será de uso exclusivo de parlamentares e pode ser fechada completamente a qualquer momento, caso haja protesto. Há poucas semanas, manifestantes destruíram alguns vidros da porta da chapelaria.

Aprenda a investir na bolsa

Além da limitação de acesso às instalações da Câmara, a segurança restringiu o acesso a estacionamentos ao redor dos prédios do Congresso. A orientação é para que os motoristas evitem deixar seus veículos em áreas onde há risco de tumulto.