Câmara altera prazo de apresentação de defesas para agilizar cassações

Políticos não terão mais cinco sessões de plenário para apresentar suas defesas e sim cinco dias úteis

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Com o objetivo de acelerar o processo de cassação dos parlamentares envolvidos no esquema de compra superfaturada de ambulâncias com dinheiro publico, que ficou conhecido como “Máfia das Sanguessugas”, a Mesa Diretora da Câmara decidiu, por unanimidade, alterar o processo de apresentação das defesas.

Os políticos envolvidos não terão mais cinco sessões de plenário para apresentar suas contra-argumentações à Corregedoria. Agora, o prazo será de cinco dias úteis.

Para figurar como realizada, a sessão precisa contar com a presença de pelo menos 51 deputados. Como isso não vem ocorrendo devido ao período eleitoral, a preocupação era de que o tempo para que o acusado apresentasse sua defesa se prolongasse demais.

Fase da Corregedoria acabou

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, também para antecipar as investigações, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidiu permitir que seus integrantes possam fazer a relatoria de mais de um processo.

Com isso, foi protocolada uma representação que pede a abertura de processo por quebra de decoro contra todos os deputados acusados. Isso significa que os processos não vão passar pela Corregedoria da Câmara antes de serem enviados ao conselho.

“Isso significa que a fase da Corregedoria acabou”, afirmou Fernando Gabeira (PV-RJ). “Com isso, ganhamos 10 ou 12 dias”, completou