Negociação

Buscando apoio para a Previdência, governo libera R$ 1 bilhão em emendas

A ideia é que esta seja uma "moeda de troca" do governo para conseguir mais apoio para a reforma

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em meio as negociações sobre a reforma da Previdência, o líder do governo na Câmara dos Deputados, major Vitor Hugo (PSL-GO), disse na noite de segunda-feira (11) que o governo irá liberar mais de R$ 1 bilhão em emendas parlamentares impositivas até a próxima semana.

A ideia é que esta seja uma “moeda de troca” do governo para conseguir mais apoio para a reforma. O valor corresponde a emendas impositivas que foram empenhadas desde 2014 e que ainda não tinham seus pagamentos realizados.

Um levantamento feito pelo Palácio do Planalto mostrou que havia cerca de R$ 3 bilhões em emendas impositivas que não haviam sido pagas.

Aprenda a investir na bolsa

“Existia um estoque grande de emendas impositivas. Muitas que não foram pagas por diversos fatores. Umas porque não tinha dinheiro naquele momento e outras porque não estavam com o processo pronto”, afirmou o Major.

Segundo ele, a intenção do governo era pagar este valor total de R$ 3 bilhões, mas apenas parte das emendas, no total de R$ 1 bilhão, cumpriram todos os requisitos. O restante pode ser liberado ainda neste ano.

Do total, cerca de R$ 700 milhões são referentes a emendas individuais, enquanto os outros R$ 300 milhões foram apresentadas por bancadas. O líder do governo na Câmara afirmou ainda que a medida atende a praticamente todos os partidos, inclusive os de oposição.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos