Brasileiros consideram que crise atual é mais grave do que outras já vividas

Na comparação com outras crises financeiras que o Brasil já atravessou, 34% dos brasileiros acreditam que a atual é pior

SÃO PAULO – Na comparação com outras crises financeiras internacionais que o Brasil já atravessou, 34% dos brasileiros acreditam que a atual é mais grave. O dado faz parte da nova edição da pesquisa CNI-Ibope de opinião, divulgada nesta sexta-feira (20), com informações sobre o 1º trimestre de 2009.

Na edição anterior do levantamento, referente ao quarto trimestre de 2008, o percentual de brasileiros que consideram a crise atual mais grave do que as demais era de 30%.

Crise deve estar superada no segundo semestre

De acordo com a pesquisa, a maior parte dos entrevistados acredita que a crise financeira estará superada no segundo semestre de 2009 – opinião idêntica à revelada na pesquisa anterior.

PUBLICIDADE

No entanto, cresceu o percentual de brasileiros que acreditam que a crise deve acabar em 2010 (de 3% em dezembro para 25% em março) ou depois de 2010 (de 8% para 15%).

Medidas do governo

Com relação às medidas tomadas pelo governo para enfrentar o problema, 59% dos entrevistados acreditam que as atitudes estão sendo corretas. Em dezembro de 2008, esse percentual era de 62%.

Sobre a atuação do governo no combate à crise, 47% consideram ótima ou boa (em dezembro eram 62%), 34%, regular, 11%, ruim ou péssima, e 8% não souberam responder.