Política

Bolsonaro usa humorista em entrevista a jornalistas e evita perguntas sobre PIB

Fantasiado do presidente, o comediante Carioca ofereceu bananas aos jornalistas e pediu que lhe fizessem perguntas, mas não foi atendido

arrow_forwardMais sobre
Flávio Bolsonaro e Jair Bolsonaro (Wilson Dias/Agência Brasil)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Depois da divulgação de um crescimento tímido de 1,1% da economia brasileira em 2019, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou um humorista para desviar de perguntas da imprensa sobre o desempenho do PIB (Produto Interno Bruto).

O comediante Márvio Lúcio, mais conhecido como Carioca, apareceu na entrada do Palácio da Alvorada, em carro oficial, minutos antes do presidente. Fantasiado de Bolsonaro e vestindo uma faixa presidencial, o humorista ofereceu bananas aos jornalistas e pediu que lhe fizessem perguntas.

Na chegada do presidente, reclamou da falta de perguntas e respondeu aos questionamentos que eram direcionados pela imprensa ao presidente. O desempenho da economia e o acordo feito com parlamentares para a votação dos vetos ao Orçamento impositivo foram os assuntos das perguntas.

Aprenda a investir na bolsa

“PIB? O que é PIB? Pergunta para eles o que é PIB”, disse Bolsonaro na encenação. Imitando o presidente, o humorista disse não entender de economia e sugeriu que a pergunta fosse feita ao ministro Paulo Guedes.

O primeiro PIB do governo Bolsonaro é o menor do que o registrado nos últimos dois anos e corresponde a metade do que era projetado por economistas em 2018, às vésperas da posse do mandatário.

Carioca participou de um café da manhã no Alvorada, que contou com a participação do próprio presidente, de ministros e parlamentares do PSD. Mais tarde, em frente à residência oficial, Bolsonaro chegou a reclamar ao humorista de “agressões” da imprensa.