Ralações internacionais

Bolsonaro felicita Biden e exalta relação entre Brasil e EUA

Bolsonaro também divulgou carta enviada a Biden, na qual afirma que os povos brasileiro e americano estão unidos por "estreitos laços de fraternidade"

(ANSA) – O presidente Jair Bolsonaro cumprimentou o democrata Joe Biden, empossado nesta quarta-feira (20) como o novo presidente dos Estados Unidos, e reforçou a relação “sólida” entre os dois países, além de citar valores em comum, como a defesa da democracia.

“Cumprimento Joe Biden como 46º Presidente dos EUA. A relação Brasil-EUA é longa, sólida e baseada em valores elevados, como a defesa da democracia e das liberdades individuais. Sigo empenhado e pronto para trabalhar pela prosperidade de nossas nações e o bem-estar de nossos cidadãos”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

Na rede social, o líder brasileiro também publicou uma carta enviada ao democrata, na qual afirma que os povos brasileiro e americano estão unidos por “estreitos laços de fraternidade” e pelo “firme apreço às liberdades fundamentais”.

Além disso, ele listou temas que considera de interesse comum, como o combate à corrupção, o desenvolvimento sustentável, a economia, um acordo de livre comércio e o comprometimento com o Acordo de Paris.

Bolsonaro enfatizou que o Brasil está pronto para “continuar cooperando com os EUA para a reforma da governança internacional”, fazendo referência à Organização Mundial do Comércio (OMC) e à Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

No documento, o líder brasileiro, duramente criticado por sua política ambiental, explicou ainda que está pronto para manter a parceria em “prol do desenvolvimento sustentável e da proteção do meio ambiente, em especial a Amazônia”, tema citado por Biden durante o primeiro debate presidencial como um dos graves problemas da atualidade.

“É minha convicção que, juntos, temos todas as condições para seguir aprofundando nossos vínculos e agenda de trabalho, em favor da prosperidade e do bem-estar de nossas nações”, ressaltou.

Por fim, Bolsonaro desejou “pleno êxito no exercício” do mandato de Biden e pediu que o novo presidente americano aceite os votos de sua “mais alta estima e consideração”.

PUBLICIDADE

Com o gesto, o mandatário brasileiro, aliado do republicano Donald Trump, tenta se aproximar do democrata depois de ser um dos últimos líderes do mundo a parabenizá-lo pela vitória. (ANSA)

Onde Investir 2021**

**Baixe de graça o ebook e participe do evento com os melhores especialistas do mercado:

Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.