Berlusconi anuncia mudanças na Itália para diminuir orçamento do governo

Constituição terá nova emenda para que equilíbrio do orçamento seja obrigação; orçamento será equilibrado em 2013

SÃO PAULO – Silvio Berlusconi, primeiro-ministro italiano, anunciou nessa sexta-feira (5) uma emenda à constituição daquele país para instituir dever legal de manter o orçamento governamental equilibrado, após conversas com autoridades da União Europeia.

A Itália, terceira maior economia da Zona do Euro, passa por problemas fiscais e o temor de que o país seja contagiado pela severa crise econômica que já atingiu Grécia, Irlanda e Portugal, eleva a aversão de risco entre os investidores – um dos motivos para as fortes quedas em bolsas mundo afora na véspera.

Além disso, Guilio Tremonti, ministro de Finanças do país europeu anunciou a tentativa de equilibrar o orçamento italiano em 2013 – um anos antes do planejado previamente. Berlusconi também afirmou que ministros de economia dos países do G7 (grupo das sete maiores economias mundiais) deverão se encontrar para discutir a crise financeira. 

PUBLICIDADE

Ademais, há uma expectativa no mercado de que o BCE (Banco Central Europeu) começe a comprar títulos de dívidas italianos assim que o anúncio da aprovação da emenda for realizado – assim como já o fez com dívida portuguesa e irlandesa