Política

Bancada do PP vota amanhã expulsão de Waldir Maranhão; 6 partidos pedem sua cassação

Para os partidos, o deputado quebrou decoro parlamentar ao cometer "abuso de autoridade" com a decisão de anular a votação do impeachment

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O deputado federal Arthur Maia (PPS-BA) anunciou nesta segunda-feira (9) que o PPS, Solidariedade, PMDB, PSDB, DEM e PSC vão protocolar ainda hoje pedido de cassação do mandato do presidente interino da Câmara, deputado Waldir Maranhão (PP-MA), na representação no Conselho de Ética da Câmara. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. Minutos depois, o líder do DEM na Câmara, Pauderney Avelino (AM), confirmou que o partido vai pedir cassação do mandato nesta tarde. 

Além disso, a coluna Radar, da Veja, disse que a bancada do PP vai votar na terça-feira a expulsão de Waldir Maranhão. A decisão ocorreu após reunião entre presidente nacional do PP, senador Ciro Nogueira (PI), e o líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB). O líder vai convocar uma reunião da bancada da Câmara para esta terça-feira, às 10h.

Para os partidos que pedirão a cassação do deputado, Maranhão quebrou decoro parlamentar ao cometer “abuso de autoridade” com a decisão de anular a votação do impeachment. A decisão foi tomada por Maranhão nesta segunda-feira. Segundo o deputado Maia, os presidentes dos seis partidos citados já foram contatados e se comprometeram em assinar a representação contra Maranhão. Ele não descarta que mais legendas possam aderir ao pedido. 

PUBLICIDADE

O primeiro secretário da Câmara, Beto Mansur, disse nesta tarde a jornalistas que os deputados se reunirão amanhã às 11h (horário de Brasília) para discutir a atitude de Maranhão. Segundo ele, Maranhão tem de respeitar a decisão da Câmara. “A meu ver, foi ato de improbidade administrativa, cabe recurso ao Conselho de Ética. A mesa da Câmara não concorda com o que Maranhão fez”, disse.