Atento a arrecadação, Serra congela R$ 1,57 bilhão do Orçamento de São Paulo

Saúde, educação, segurança e penitenciárias não são afetadas; Assistência e Desenvolvimento Social está entre maiores cortes

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para evitar surpresas quanto ao impacto da crise global na arrecadação do Governo de São Paulo, o governador José Serra decidiu congelar R$ 1,57 bilhão do orçamento do Estado.

Essa medida é considerada preventiva, e representa somente 1,3% do orçamento total estimado para este ano. No entanto ficaram excluídas do contingenciamento os recursos para as secretarias da Saúde, Educação, Segurança e Administração Penitenciária.

Dentre os mais afetados está o setor de Assistência e Desenvolvimento Social, que viu sua verba ser congelada em R$ 73,6 milhões, valor que representa 17% dos R$ 428,2 milhões previstos. Já o setor de habitação teve R$ 88,4 milhões congelados, ou 10% do seu orçamento.

Transportes

Aprenda a investir na bolsa

Já a área dos transportes deve ser uma das menos atingidas pelo contingenciamento, uma vez que ela teve apenas 1,2% de sua verba congelada pelo Governo de São Paulo, aproximadamente R$ 48 milhões dos R$ 3,9 bilhões previstos. Na Secretaria o valor não chegou a R$ 1 milhão.