AO VIVO Fundador da Chili Beans fala sobre a gestão de crise da empresa na pandemia; assista

Fundador da Chili Beans fala sobre a gestão de crise da empresa na pandemia; assista

Após redução de preço, Governo confirma escolha de caça francês para FAB, diz jornal

Pacote com aviões, armas e transferência tecnológica teria atingido o valor de US$ 6,2 bilhões, aponta Folha de São Paulo

SÃO PAULO – O jornal Folha de São Paulo informou nesta quinta-feira (4) que o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o ministro da Defesa, Nelson Jobim, decidiram que o francês Rafale foi o vencedor da concorrência para aquisição de novos caças para a FAB (Força Aérea Brasileira).

De acordo com a reportagem, o novo pacote oferecido pela fabricante do Rafale – a francesa Dassault – atingirá o montante de US$ 6,2 bilhões, frente aos US$ 8,2 bilhões anteriormente propostos. Entram no acordo a transferência de tecnologia e a possível instalação de uma linha de montagem no Brasil pela Embraer (EMBR3).

Parceria
A polêmica em torno do projeto foi intensificada desde que o presidente Lula apontou a proposta da Dassault como vencedora – antes mesmo da conclusão do relatório técnico da FAB – como parte de uma série de acordos de cooperação tecnológica e militar com o governo da França.

PUBLICIDADE

Também estavam na disputa o projeto Gripen NG, da sueca Saab, além do norte-americano F/A-18 Super Hornet, produzido pela Boeing, cujos pacotes oferecidos estariam em torno de US$ 4,5 bilhões e US$ 5,7 bilhões, respectivamente. Ademais, o relatório técnico teria apontado o Rafale como a pior opção entre as três, provocando atrito entre o comando da FAB e o Executivo.