Política

Aliados sugerem trocar a cassação de Cunha por impeachment de Dilma

A estratégia seria a oposição dar votos suficientes para que o Conselho de Ética arquivasse o pedido de cassação de Cunha, enquanto ele autorizaria a deflagração do processo de impeachment

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Cada vez com menos força e mais pressionado a deixar o cargo, o presidente da Câmara do Deputados (PMDB-RJ) tenta deixar sua situação mais tranquila. Nesta terça-feira (24), aliados do peemedebista teriam procurado integrantes da oposição propondo a deflagração do processo de impeachment contra Dilma Rousseff em troca da preservação do mandato de Cunha.

Segundo a Folha de S. Paulocinco integrantes da oposição confirmaram a informação, sendo que a proposta teria saído após uma reunião em São Paulo, na segunda-feira, entre os deputados Paulo Pereira da Silva (SD-SP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ), dois dos principais aliados de Cunha.

A estratégia seria a oposição dar votos suficientes para que o Conselho de Ética da Câmara arquivasse o pedido de cassação de Cunha, o que levaria o presidente da Câmara a autorizar a deflagração do processo de impeachment contra Dilma. Após isto, ele renunciaria à presidência da Casa, preservando, assim, seu mandato.

Aprenda a investir na bolsa