Na ponta do lápis

Aliados de Temer fazem as contas e têm péssima notícia sobre a Reforma da Previdência

O cruzamento dos votos da denúncia e expectativas para a reforma da Previdência devem balizar novas movimentações do governo na redistribuição de cargos na base aliada

SÃO PAULO – Membros da base do governo começaram a estimar a real dimensão do encolhimento dos apoios com os quais o presidente Michel Temer pode contar para a votação da Reforma da Previdência. Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo, um deputado “planilheiro” estima que o Planalto conta apenas com 150 dos 308 votos para aprovar a proposta de emenda à Constituição.

Conta a coluna que, antes da denúncia de Rodrigo Janot contra o peemedebista na Câmara, o governo contava com 255 apoiadores — o que exigia ainda a conquista de 53 novos votos. Deste total, 105 votaram pelo afastamento de Temer e agora lançam dúvidas sobre sua disposição em votar a favor de mudanças nas regras para aposentadoria.

O cruzamento dos votos da denúncia e expectativas para a reforma da Previdência devem balizar novas movimentações do governo na redistribuição de cargos na base aliada.

PUBLICIDADE