Alckmin fala em “alta momentânea” do dólar e diz ter confiança na queda

Na véspera, o dólar à vista fechou acima dos R$ 5,40, em meio a forte desconfiança dos investidores com o equilíbrio fiscal do Brasil

Reuters

Publicidade

O vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, afirmou nesta quinta-feira (13) que a alta recente do dólar ante o real é “momentânea” e que o governo tem confiança de que as cotações irão cair.

Na sessão de quarta-feira (12), o dólar à vista fechou acima dos R$ 5,40, em meio a forte desconfiança dos investidores com o equilíbrio fiscal do Brasil.

De acordo com Alckmin, a elevação do dólar é transitória, porque o país tem bases sólidas e compromisso fiscal. O ministro evitou, no entanto, citar um “câmbio ideal” para o Brasil.

Continua depois da publicidade

O vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), que também comanda o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços – MDIC (Foto: Edu Andrade/ Ascom/ MF)