Roberto Vinhaes: de pioneiro das gestoras independentes ao apoio da arte contemporânea

Nome completo:Roberto Vinhaes
Ocupação:sócio e fundador da Nextep Investimento
Local de nascimento:Rio de Janeiro (RJ)
Ano de nascimento:1962

Quem é Roberto Vinhaes

O carioca Roberto Vinhaes é fundador das gestoras IP Capital Partners (abreviação de Investidor Profissional) e Nextep Investimentos (ex-Pipa Global Investments). No livro Fora da Curva 2, Vinhaes conta que foi atraído pelos investimentos aos 12 anos e que, para poder operar, pediu sua emancipação aos 16 anos.

Nascido em 1962, ele se formou em Engenharia Civil e de Produção pela PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro). Após terminar a graduação, em 1985, comprou uma fazenda de cacau no interior da Bahia com os recursos dos investimentos em mercado de ações e opções, que já fazia desde a adolescência, e passou dois anos administrando o local e estudando.

Em 1988, Vinhaes fundou a Investidor Profissional, atualmente IP Capital Partners, com o sócio Christiano Fonseca Filho. A empresa foi a primeira gestora independente de recursos do Brasil, inspirada em um modelo que estava crescendo nos Estados Unidos.

Vinhaes também fundou o Instituto Pipa, em 2010, com o objetivo de apoiar e desenvolver a arte contemporânea brasileira. A ideia surgiu depois de morar em Londres (Reino Unido) e perceber que os filhos tinham a opção de decidir pela carreira em artes pelo fato de a área ser bem vista no país, diferente do que acontecia no Brasil.

A entidade, que não tem fins lucrativos e não se beneficia das leis de incentivo fiscal, realiza anualmente o Prêmio Pipa, com o objetivo de dar reconhecimento a artistas que têm se destacado no mercado de arte brasileiro.

Carreira

Vinhaes criou a IP com foco no investimento em empresas de capital aberto, com retorno a longo prazo. A inspiração partiu do mercado americano, no qual boutiques de investimentos e assets independentes conquistavam cada vez mais clientes.

Cliente da corretora Nacional, convenceu Fonseca Filho, que trabalhava na instituição, a replicar esse modelo em que gestores saíam de grandes bancos para montar firmas de investimento. A decisão ocorreu em 1988, embora a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) tenha levado cinco anos para reconhecer a empresa como gestora independente – até então, a gestão de fundos ficava nas mãos de instituições financeiras tradicionais.

Nesse meio tempo, a IP atuava como consultoria e geria carteiras administradas para clientes de forma individual. O primeiro fundo foi criado apenas em 1993.

Pioneira, a IP se mostrou ao longo dos anos uma “escola” de gestores e analistas de ações. Entre os que já passaram pela empresa, estão Bruno Levacov, da Atmos Capital, e Pedro Chermont, da Leblon Equities.

Depois de se consolidar como gestor de investimentos em empresas brasileiras, Vinhaes voltou a atenção para o mercado externo. A Nextep foi fundada como IP Global Capital Partners, em 2007, para se dedicar à gestão de fundos de investimento de empresas fora do Brasil.

Em 2015, o grupo passou por uma reestruturação. Vinhaes assumiu, no Reino Unido, o controle da operação, que passou a se chamar Pipa Global Investments. Em setembro de 2019, aconteceu mais uma mudança: a empresa ganhou o nome atual e passou a adotar o modelo de partnership, em que os funcionários podem se tornar sócios.

Conceitos e estratégias de investimento

Focado no longo prazo, o investidor Roberto Vinhaes é adepto da estratégia do value investing (investimento em valor, em português), popularizada pelo investidor Warren Buffett e criada pelo economista Benjamin Graham.

De maneira simplificada, a lógica do value investing é colocar os recursos em empresas que estão com o preço abaixo de seu valor real, baseado na análise fundamentalista, que considera indicadores da empresa, além de dados do mercado e do segmento em que ela está inserida.

Estar bem informado sobre o mercado é essencial para utilizar esse tipo de estratégia, já que é preciso conhecer quais são as empresas com boa gestão, marca sólida e grande potencial de crescimento para, assim, poder avaliá-las como propícia ao investimento.

Esse é um dos motivos de Vinhaes não aconselhar adquirir ações na abertura de capital das empresas, pois os donos que pretendem vender os papéis têm muito mais informações sobre a companhia do que o mercado em geral, que fica em desvantagem.

O foco dos investimentos de Vinhaes são as ações de empresas de segunda linha, mas que sejam essenciais para seus ecossistemas, tendo assim pouca chance de quebrar. As ações de uma empresa que todo mundo quer comprar tendem a estar com preços altos.

Nessa estratégia, ele defende que é melhor escolher papéis de companhias sólidas que estejam sendo negociados com desconto. Ao escolher o investimento, é avaliada, além da capacidade de execução e da qualidade do negócio, a integridade das pessoas que fazem a empresa.

Foi exatamente isso que aconteceu em março de 2020, quando o mercado foi atingido pelas incertezas causadas pela pandemia do novo coronavírus. Vinhaes aproveitou a oportunidade para comprar ações de empresas sólidas, que, como todas as outras, tiveram desvalorização, mas que julga manter o potencial de crescimento, como adidas, Adobe e Disney.

Como conhecer de perto o negócio é importante, para Vinhaes, o ideal para uma gestora é ter 12 investimentos. Esse número pode ser expandido para, no máximo, 20, já que, para realizar bons negócios, é necessário estar bem informado e há um limite de tempo para o consumo de informação. O número de cotistas da gestora também deve se manter no limite de 20.

As estratégias têm dado resultado: de 1994 a 2019, o principal fundo da IP Capital Partners teve rendimento de aproximadamente 14.500%. No mesmo período, o CDI teve variação de 5.588%. Já o Pipa Global Equities teve um rendimento de 411,4% entre 2009 e 2020.

Outra preocupação do investidor é se os interesses da companhia estão alinhados com os dos acionistas, o que gera maior retorno, além de saber se a diretoria da empresa reconhece a importância dos acionistas minoritários e se está disposta a dividir o crescimento com eles.

Para saber mais:

Livro

Matérias

Onde Investir 2021
Baixe de graça o ebook e participe do evento com tudo o que você precisa saber para investir no ano da retomada:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.