Uber, Paypal, Pfizer e Citi: 23 BDRs serão desdobrados na próxima 5ª-feira

Medida semelhante já havia sido anunciada na semana passada, e visa facilitar o acesso dos investidores aos recibos de ações de empresas estrangeiras

Lucas Bombana

Publicidade

SÃO PAULO – Após a liberação da compra direta de BDRs por qualquer investidor pessoa física, a B3 tem trabalhado para tornar mais fácil o acesso aos recibos lastreados em ações negociadas no exterior.

Na próxima quinta-feira (29), 23 BDRs serão desdobrados, de empresas como a Uber, que terá o ativo cindido na proporção de uma para quatro vezes.

Há um aumento, portanto, do número total de papéis detidos pelo investidor, porém com uma redução na mesma proporção do valor de cada ativo. A operação é uma forma de aumentar a quantidade de papéis em circulação no mercado.

Oferta Exclusiva

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Na prática, a medida torna o produto financeiro mais acessível, ao reduzir o valor mínimo de compra de cada BDR.

Leia também:
BDRs: 5 pontos para conhecer antes de começar a investir

Com o desdobramento, a relação de paridade do BDR com a ação responsável por seu lastro negociada nas bolsas internacionais também é alterada.

Continua depois da publicidade

No recibo da UPS, por exemplo, com o desdobramento de um para quatro BDRs, a relação de paridade passa a corresponder a uma ação para 16 BDRs. É necessário ter, portanto, 16 BDRs para deter o correspondente a uma ação da UPS negociada na Nasdaq.

No caso da Uber, hoje a relação de paridade do BDR com a ação negociada na NYSE é de um para um, e passará a ser de um para quatro daqui a dois dias.

A operação de desdobramento, também conhecida como “split”, não significa qualquer perda para o acionista da empresa, uma vez que ele terá um número proporcionalmente maior de ações, de maneira a manter o mesmo capital investido antes da operação.

Dos 23 novos BDRs a serem desdobrados, o setor de saúde é um dos destaques, com nomes como Pfizer, Amgen e Merck, bem como o financeiro, com BofA, Citi e Wells Fargo.

E apenas dois não têm os EUA como país de origem – a Anheuser-Busch InBev, com sede na Bélgica, e a Taiwan Semiconductor Manufacturing, de origem do país de mesmo nome.

Confira a seguir a lista completa dos 23 BDRs a serem desdobrados.

No dia 22 de outubro, a B3 já há anunciado o desdobramento de outros 22 BDRs, uma lista que incluiu nomes como Facebook, Alibaba, Walmart e Microsoft.

Treinamento gratuito: analista Charlles Nader explica como um trader ganha dinheiro, controla perdas, equilibra o emocional e multiplica capital