Renda fixa

Tesouro Direto: na volta do feriadão, juros reais de papéis de inflação avançam até 5,75% e prefixados oferecem até 11,68%

Investidores acompanham revisões do Focus, além de desdobramentos envolvendo a invasão russa à Ucrânia e discurso do presidente do Fed

Por  Bruna Furlani -

Na retomada dos negócios após a pausa do Carnaval, a maioria dos títulos públicos opera com alta nas taxas na tarde desta quarta-feira (2), revertendo o movimento de queda visto no começo dos negócios de hoje. As negociações no Tesouro Direto foram retomadas a partir das 14h e seguem firmes até as 18h.

Pelo sétimo dia, os olhares do mercado seguem atentos aos estragos provocados pela invasão russa à Ucrânia em termos de vidas e de impactos econômicos.

Atenção também para o discurso de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed), banco central americano, que traz mais pistas sobre a condução da política monetária americana.

Leia mais
Por conta de avanço das taxas aos maiores níveis de 2022, preços de títulos públicos desvalorizam até 2,68% em fevereiro

Enquanto isso, na cena local, destaque para a revisão para cima das projeções de inflação oficial neste ano e no próximo. Os números foram apresentados hoje no Relatório Focus, do Banco Central.

No Tesouro Direto, o destaque está no Tesouro IPCA + 2035 e 2045. Ambos ofereciam juros reais de 5,75% ao ano, na atualização perto das 15h20. O percentual está acima dos 5,68% registrados no começo dos negócios hoje e dos 5,72% vistos na última sexta-feira.

Atenção também para a remuneração oferecida pelo Tesouro Prefixado 2033, que subia de 11,64%, na sessão anterior, para 11,68%, na atualização das 15h20.

Confira os preços e as taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto que eram oferecidos na tarde desta quarta-feira (2): 

Taxas Tesouro Direto
Fonte: Tesouro Direto

Rússia X Ucrânia e Powell

Na cena externa, a Organização das Nações Unidas (ONU) aprovou nesta quarta-feira (2) uma resolução contra a guerra na Ucrânia.

No total, 141 países votaram a favor, enquanto 5 países votaram contra e 35 preferiram se abster. Os 5 votos contra foram da própria Russa, Belarus, Síria, Coreia do Norte e Eritreia.

Já entre os que se abstiveram, a China foi o País que mais chamou a atenção. Assim como ocorreu nas duas votações do Conselho de Segurança da ONU, os chineses mantiveram uma posição que não condena a invasão em si, mas que defende a soberania do território ucraniano.

O Brasil, por sua vez, votou a favor da resolução contra a guerra. Tal resultado mostra o tamanho do isolamento russo.

Destaque também para o discurso de Jerome Powell, do Fed, nesta quarta-feira. Em audiência na Câmara dos Representantes, Powell afirmou: “Será apropriado subir os juros em março e vou propor uma alta de 0,25 ponto porcentual”.

O presidente do Fed também sinalizou que a autoridade monetária poderá elevar os juros em 0,50 ponto porcentual, em um ou mais encontros, caso a alta dos índices de preços continue mais persistente do que esperam os dirigentes.

“Se a inflação subir mais do que esperamos, estamos preparados para elevar juro mais agressivamente em uma reunião ou reuniões”, apontou.

Powell também emitiu outro importante sinal ao apontar que foi adequada a reação de investidores, que passaram a precificar altas sucessivas dos juros nos EUA nos últimos meses. “Mercados avaliaram de forma correta nossa nova postura sobre política monetária”, apontou.

Investidores também monitoram os preços internacionais do petróleo, que seguem em alta hoje. Por volta das 15h30, o contrato do tipo WTI com vencimento para abril subia 5,34%, a US$ 108,93; enquanto o Brent com vencimento em maio avançava 5,76%, a US$ 111,01.

Relatório Focus

Dentro da agenda econômica local, os economistas consultados pelo Banco Central promoveram novo ajuste para cima nas projeções para a inflação oficial neste ano.

De acordo com o Relatório Focus divulgado hoje, agora a mediana das estimativas dos economistas para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) está em 5,60% neste ano, contra 5,56% esperados uma semana antes.

Também houve uma leve revisão nas projeções para a inflação oficial em 2023, de 3,50% para 3,51%. Mudanças também nas estimativas do câmbio para o ano que vem, que passaram de R$ 5,36 para R$ 5,31.

Por outro lado, não houve alteração nas projeções para o avanço do Produto Interno Bruto neste ano e no ano que vem. Ambas permaneceram em 0,30% e 1,50%, respectivamente, mesmos valores registrados uma semana antes.

Da mesma forma, os economistas consultados pelo BC preferiram manter as estimativas de que a Selic encerre este ano em 12,25% e em 8,00%, em 2023. Tais percentuais também são os mesmos registrados na semana passada.

Calculadora de renda fixa
Baixe uma planilha gratuita que compara a rentabilidade dos seus investimentos de renda fixa:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe