Renda fixa

Tesouro Direto: taxas operam mistas com otimismo dos investidores e de olho nos EUA

Prefixados oferecem até 12,15% ao ano; taxas dos títulos de inflação chegam a 5,72%

Por  Bruna Furlani, Katherine Rivas -

As taxas dos títulos públicos operam em movimento misto na tarde desta segunda-feira (23). Nos prefixados, as rentabilidades apresentam queda de até 9 pontos-base, enquanto alguns títulos atrelados à inflação têm alta nas taxas.

Segundo Heitor Martins, especialista em renda fixa na Nexgen Capital, o movimento ocorre por conta de um certo otimismo no mercado em relação ao crescimento do Estados Unidos. “Isso fez as bolsas subirem e os juros recuarem, mesmo que de forma moderada”, destaca.

No radar dos investidores e que pode impactar nas próximas sessões, Martins cita dados econômicos dos Estados Unidos, como Produto Interno Bruto (PIB) e inflação, além da postura do Federal Reserve (Fed). A ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc), do Fed, será apresentada na próxima quarta-feira (25). O documento pode dar mais pistas e sinalizar se a autoridade monetária irá adotar um aperto ainda mais restritivo nos próximos encontros para controlar a alta de preços.

Martins cita também a expectativa por um guidance (projeções) do Banco Central Europeu em relação ao aumento ou não das taxas de juros. “O mercado espera uma alta nas taxas a partir do terceiro trimestre, um pouco antes da previsão anterior que era novembro”, destaca.

Na cena local, investidores aguardam os números do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15) de maio, conhecido como a prévia da inflação, que serão divulgados nesta terça-feira (24).

Dentro do Tesouro Direto, a maior queda era nas taxas do título prefixado de longo prazo.

O Tesouro Prefixado 2033, com juros semestrais, oferecia um retorno anual de 12,15%, inferior aos 12,24% vistos na sexta-feira (20).

Já o Tesouro Prefixado 2025 e o Tesouro Prefixado 2029 entregavam uma rentabilidade anual de 12,14% e 12,03%, respectivamente, abaixo dos 12,17% e 12,11% da sessão anterior.

Nos títulos atrelados à inflação, as taxas oscilavam entre alta e estabilidade.

Os títulos com vencimento em 2026, 2040 e 2055 apresentavam estabilidade nas taxas. Enquanto os outros papéis apresentavam ganhos na rentabilidade real de 2 pontos-base.

Confira os preços e as taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto que eram oferecidos na tarde desta segunda-feira (23): 

ICMS

Na política local, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), afirmou ontem (22) que é preciso “acabar com a taxação excessiva” sobre bens e serviços essenciais que vigora no Brasil, como energia e combustíveis.

“Ou o Brasil acaba com a taxação excessiva de bens e serviços essenciais, ou a excessiva taxação de bens e serviços acaba com o Brasil. O Brasil precisa controlar a saúva, mais uma vez!”, escreveu Lira no Twitter.

Os deputados federais devem votar amanhã (24), um projeto de lei complementar que define energia, combustíveis, telecomunicações e transporte como bens essenciais, estabelecendo uma alíquota máxima de 17% no ICMS sobre tais itens.

O projeto é de autoria do deputado Danilo Forte (União-CE) e tramitará em regime de urgência. O parlamentar chegou a classificar os reajustes nas tarifas de energia como “draconianos”.

Diesel

O preço médio do óleo diesel atingiu o maior valor nominal da série histórica, afirmou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP)

O preço médio do óleo diesel no Brasil chegou a R$ 6,943, o maior valor nominal da série histórica, iniciada em 2004. O valor compreende o período de 15 a 21 de maio de 2022 e não considera os valores do óleo diesel S 10, que foi incluído nos levantamentos da ANP somente a partir de 2013.

O diesel mais caro foi encontrado no Acre, a R$ 8,30. Já o mais barato foi encontrado no Paraná, a R$ 5,490.

Doria

O ex-governador de São Paulo João Doria anunciou nesta segunda-feira (23) que desistiu de concorrer à Presidência da República nas Eleições 2022. Em coletiva de imprensa, Doria disse que seu partido, o PSDB, saberá tomar a melhor decisão sobre quem o representará na corrida ao Planalto.

“Fica aqui minha gratidão aos brasileiros da cidade de São Paulo que me deram mais de 3 milhões de votos na prefeitura, aos quase 11 milhões de votos ao governo de São Paulo. E aos mais de 17 mil militantes do PSDB, que me escolheram como candidato a presidente do Brasil. Agradeço também aos mais de seis milhões de brasileiros que, nas pesquisas de opinião pública, já manifestaram a intenção de votar no meu nome para presidente, antes mesmo do começo da campanha eleitoral”, disse.

“O Brasil precisa de uma alternativa para oferecer aos eleitores que não querem os extremos. Que não querem aquele que foi envolvido em escândalos de corrupção. E nem aquele que não deu conta de salvar vidas, não deu conta de salvar a economia e que envergonha nosso país em todo o mundo. Para esta missão, coloquei meu nome à disposição do partido. Hoje, neste 23 de maio, serenamente, entendo que não sou a escolha da cúpula do PSDB. Aceito esta realidade com a cabeça erguida”

Calculadora de renda fixa
Baixe uma planilha gratuita que compara a rentabilidade dos seus investimentos de renda fixa:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe