Renda fixa

Taxas de títulos públicos do Tesouro Direto acentuam o movimento de alta na tarde desta sexta-feira

Mercados têm aumento de aversão a risco com dados fracos dos EUA e Europa em março, por conta da pandemia de coronavírus

(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em meio ao aumento de aversão a risco nos mercados mundiais, com dados econômicos fracos nos Estados Unidos e na Europa diante da pandemia de coronavírus, as taxas dos títulos públicos negociados via Tesouro Direto apresentam alta nesta sexta-feira (3), com um movimento acentuado nesta tarde.

Entre os títulos com retorno indexado à inflação, o juro do papel com vencimento em 2026 subia de 3,73%, ontem, para 3,85% ao ano, na tarde desta sexta-feira. Os papéis com prazos em 2035 e 2045, por sua vez, pagavam 4,71% ao ano, ante 4,61% a.a. na quinta-feira (2).

Com relação aos papéis prefixados, o título com vencimento em 2026 oferecia um prêmio anual de 7,69%, ante 7,39% a.a. anteriormente, enquanto o retorno do Tesouro Prefixado com juros semestrais e prazo em 2031 avançava de 8,01% para 8,36% ao ano.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos ofertados nesta sexta-feira (3):

Fonte: Tesouro Direto

Noticiário

Após número recorde de pedidos de auxílio-desemprego nos Estados Unidos na véspera, mercados repercutiram hoje o relatório de emprego no país, conhecido como “payroll“, referente a março, que veio pior do que o esperado.

No último mês, a economia americana perdeu 701 mil postos de trabalho, muito acima das expectativas feitas pelo levantamento da Bloomberg, que estimava a destruição de 100 mil vagas no período. Este foi o primeiro declínio de criação de vagas desde 2010.

A taxa de desemprego na maior economia do mundo subiu para 4,4%, ante dado anterior de 3,5%. A expectativa no consenso Bloomberg era de que o desemprego subisse a 3,8%.

Leia também:
Com pressão generalizada sobre os preços, títulos públicos chegam a cair 24% em março

Ainda no exterior, dados fracos da zona do euro reforçaram o efeito recessivo do coronavírus sobre as economias. O índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) despencou de 51,6 pontos, em fevereiro, para 29,7 pontos, em março. Os dados indicaram a maior contração da atividade econômica em 20 anos na Itália, Espanha e França, justamente os três países mais atingidos pela pandemia no continente.

Hoje, o rali dos preços do petróleo continuou, em meio à expectativa por um acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (Opep+), após a Arábia Saudita convocar uma reunião para discutir a crise no mercado.

Invista a partir de R$ 100 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico!