Exclusivo

“Quem não comprar Petrobras agora vai se arrepender muito”, diz Sr. Dinheiro

Segundo ele, o governo vai apostar todas as suas fichas na companhia no ano que vem, por conta das eleições, e deixar a inflação em segundo plano

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O economista Luis Carlos Ewald, conhecido como Sr. Dinheiro, afirmou em entrevista exclusiva ao InfoMoney que quem não comprar ações da Petrobras agora (PETR3 e PETR4), antes de o ano terminar, vai se arrepender muito em 2014, porque vai deixar de ganhar muito dinheiro.

Clique aqui para acompanhar outras matérias do Especial InfoMoney Retrospectiva 2013/Perspectivas 2014

Segundo ele, o governo vai apostar todas as suas fichas na companhia no ano que vem, por conta das eleições, e deixar a inflação em segundo plano. “A Petrobras é mais importante que a inflação neste momento. Eles vão colocar muito dinheiro na empresa e vai ter um novo reajuste nos preços dos combustíveis no comecinho do ano, para aliviar a situação da estatal”, afirmou.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

Para ele, 2014 deve ser um ano melhor para a bolsa, porque ela será puxada exatamente pelo desempenho positivo da Petrobras, que deve ser o foco do governo. “Eu acho que eles vão tentar resolver o problema da companhia e reverter o que eles fizeram nos últimos anos, afinal, é um ano eleitoral e isso pode ser decisivo na hora da votação”, explicou.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

Além disso, de acordo com Sr. Dinheiro, o preço das ações da estatal está muito barato, por conta dessas quedas consecutivas, diante de tantos insucessos, o que torna os ativos da companhia ainda mais atrativos. “Essa é a hora de comprar, porque quem esperar dois ou três meses, vai perder grande parte do lucro”, completou.

A estatal apanhou em 2013
A Petrobras apanhou muito do governo neste ano, por meio de intervenções mal sucedidas. “A Petrobras e as blue chips, como um todo, estão matando o mercado. A nossa bolsa de valores teve o pior desempenho entre todas as bolsas do mundo, por conta desse modo de governar, que prejudicou essas grandes empresas”, disse.

A ações ordinárias da companhia estatal (PETR3) já desvalorizaram 19,22% em 2013, a R$ 15,57, enquanto as preferenciais (PETR4) já perderam 10,60%, a R$ 16,80, de acordo com o fechamento de terça-feira (17).

PUBLICIDADE