Em onde-investir / poupanca

Poupança bate novo recorde de captação líquida

Em outubro, foram depositados R$ 125,8 bilhões contra R$ 121,3 bilhões de saques

orçamento_poupança
(ThinkStock)

SÃO PAULO - Os depósitos superaram os saques em poupança novamente em outubro, com a diferença no acumulado do ano chegando a R$ 53,4 bilhões. Na série histórica, com início em 1995, a captação líquida é recorde e já supera o resultado de todo o ano passado, que foi de R$ 49,7 bilhões.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

Em outubro, foram depositados R$ 125,8 bilhões contra R$ 121,3 bilhões de saques. Em relação aos rendimentos, foram creditados R$ 2,8 bilhões de rendimentos e o saldo dos depósitos na caderneta de poupança somou R$ 574,2 bilhões.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

De acordo com o Banco Central, a captação líquida do ano ficou em R$ 33,1 bilhões sendo que, somente em outubro, foi de R$ 4,5 bilhões, com elevação de 39,21% em relação mesmo mês do ano passado.

Rendimento da poupança
A poupança tem rendimento de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais Taxa Referencial (TR). Isso é válido sempre que a taxa Selic, atualmente em 9,5% ao ano, estiver acima de 8,5% a.a..

Sempre que a taxa básica de juros estiver igual ou inferior a 8,5% ao ano, passa a valer a regra de rendimento de 70% da Selic mais TR.

 

Contato