Central de FIIs

Ifix fecha sessão praticamente estável; FII PVBI11 sobe 2,2% e é destaque de alta

Assim como no pregão anterior, o fundo VBI Prime Properties (PVBI11) foi o destaque da lista das maiores altas do dia

Por  Wellington Carvalho -

O IFIX – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – fechou a sessão desta quarta-feira (18) praticamente estável, com leve alta de 0,03%, aos 2.777 pontos. Na sessão anterior, o índice fechou com baixa de 0,12%. Assim como no pregão anterior, o fundo VBI Prime Properties (PVBI11) foi o destaque da lista das maiores altas do dia, com elevação de 2,25%. Confira os demais destaques de hoje ao longo do Central de FIIs.

As cotas do fundo Maxi Renda (MXRF11) operaram no campo positivo na sessão desta quarta-feira (18), após a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) reconsiderar entendimento sobre a distribuição de dividendos do fundo. Os papéis chegaram a subir mais de 1,67%, mas encerraram o dia com ganhos de 0,63%

Na noite desta terça-feira (17), a CVM aprovou, por unanimidade, o recurso apresentado pelo fundo e, desta forma, a distribuição de dividendos da carteira e dos demais FIIs segue inalterada.

Em dezembro de 2021, por maioria de votos, o colegiado da CVM entendeu que um fundo imobiliário não poderia distribuir mais dividendos do que o lucro contábil acumulado pela carteira. Em caso de prejuízo contábil, o rendimento deveria ser suspenso ou repassado em forma de amortização, ou seja, devolução de patrimônio.

O então novo entendimento da CVM, divulgado apenas no dia 25 de janeiro de 2022, teve como base as demonstrações financeiras do Maxi Renda entre 2014 e 2020, período em que o fundo chegou a apresentar prejuízo contábil e, mesmo assim, seguiu com a distribuição de dividendos.

Em relatório gerencial divulgado no dia 21 de fevereiro de 2022, a administração do Maxi Renda confirmou ter entrado com pedido de reconsideração da decisão, parecer que foi aceito pela CVM nesta quinta-feira.

Em fato relevante divulgado na noite de ontem, o Maxi Renda confirmou a decisão que põe fim a um impasse de quase quatro meses no mercado de fundos imobiliários.

“A CVM deu provimento, por unanimidade, ao pedido de reconsideração da requerente, e, reconsiderando entendimento da decisão anterior, decidiu reconhecer a regularidade do tratamento contábil dado à distribuição de lucro caixa excedente em prejuízos/lucros acumulados”, destaca o documento.

Até o questionamento da CVM, os gestores dos fundos estavam se guiando pela Lei 8.668/93 – que rege os FIIs –, que prevê a distribuição de 95% dos lucros apurados pelas carteiras com base em balancetes semestrais, desconsiderando as reavaliações dos ativos e, consequentemente, eventual prejuízo contábil.

Maiores altas desta quarta-feira (18)

TickerNomeSetorVariação (%)
PVBI11VBI Prime PropertiesLajes Corporativas2,25
MGFF11MOGNOTítulos e Val. Mob.1,89
BTRA11BTG Pactual Terras AgrícolasAgro1,78
RZAK11Riza AkinTítulos e Val. Mob.1,12
PATL11Pátria LogísticaLogística1

Maiores baixas desta quarta-feira (18):

TickerNomeSetorVariação (%)
CARE11Brazilian Graveyard and Death CareOutros-7,4
KFOF11Kinea FoFTítulos e Val. Mob.-2,04
BLMR11Bluemacaw Renda+ FOFTítulos e Val. Mob.-1,61
HGFF11CSHG FoFTítulos e Val. Mob.-1,52
RCRB11Rio Bravo Renda CorporativaLajes Corporativas-1,44

Fonte: B3

 

Dividendos de hoje

Confira quais são os oito fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta quarta-feira (18):

TickerFundoRendimento
VGIP11Valora Cri Índice R$  1,50
VGIR11Valora Re IIi R$  1,20
CPTS11Capitânia Sec II R$  1,08
MCCI11Mauá Capital Re R$  1,00
MGHT11Mogno Hotéis R$  0,80
VGIR14Valora Re III R$  0,59
MCCI13Mauá Capital Re R$  0,19
VGIR13Valora Re III R$  0,18
[ativo=VGIA11]Valora CRA R$  0,15
MCHF11Mauá Capital R$  0,11
CPTS13Capitânia Sec II R$  0,09
PRTS11Multi Properties R$  0,05
VGIA13Valora CRA R$  0,00

Fonte: InfoMoney

Obs.: Tickers com final diferente de 11 se referem aos recibos e direitos de subscrição dos fundos.

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Compartilhe