Renda fixa

Já reservou dinheiro para a taxa de custódia do Tesouro Direto? Cobrança ocorre na próxima segunda-feira (3)

Tesouro Direto avisa o valor a ser cobrado por e-mail. Dinheiro deve estar disponível na conta em que a tarifa será debitada

Por  Wellington Carvalho -

Os mais de um milhão de investidores do Tesouro Direto devem ficar atentos na próxima segunda-feira (3) para o pagamento da primeira parcela da taxa de custódia cobrada pela B3.

Apesar da digitalização das plataformas de investimentos, a tarifa é cobrada pela Bolsa brasileira e cobre o custo do serviço de manutenção dos títulos e de fornecimento de informações sobre movimentações e saldos das aplicações.

De acordo com a B3, a taxa incide sobre o valor total investido em títulos do Tesouro Direto, acrescido da remuneração bruta acumulada no período. A cobrança é proporcional aos dias em que o valor ficou investido.

Para 2022, a tarifa pela custódia foi reduzida de 0,25% para 0,20% ao ano. A cobrança será feita em duas vezes, sendo a primeira parcela no dia 3 de janeiro e a outra, no primeiro dia útil de julho.

A redução foi anunciada em outubro e tinha como objetivo atrair mais pequenos investidores. Em dezembro de 2020, por exemplo, cerca de 74% dos investimentos feitos no Tesouro Direto tiveram um tíquete médio de até R$ 1 mil.

Desde o ano passado, há isenção para investimentos em Tesouro Selic de até R$ 10 mil. Para este tipo de título, a cobrança só será feita para valores que excederem este limite. Quem tiver R$ 10.100 mil investidos, a taxa será calculada sobre R$ 100 (valor que supera os R$ 10 mil).

O Tesouro Direto avisa, por e-mail, o valor da taxa de custódia e a conta na qual a tarifa será debitada. O dinheiro deve estar disponível nessa conta.

Caso não tenha saldo, o investidor precisará resgatar parte do investimento ou transferir os recursos necessários. A taxa de custódia da B3 é debitada automaticamente.

Quer sair da poupança? Em curso gratuito, especialista em renda fixa da XP mostra como receber até 200% acima da poupança tradicional, sem abrir mão da simplicidade e segurança!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe