Em onde-investir / investimentos-no-exterior

EUA dão green card para quem investir em estádio de time do Kaká

A construção do novo estádio do time de futebol do Kaká será financiada em parte por investidores estrangeiros

Kaká
(Facebook)

SÃO PAULO – O futebol é uma das grandes paixões da população brasileira há muito tempo. Contudo, cada vez mais, ele vem se tornando mais popular e ganhando notoriedade em outros grandes países. Os EUA, em especial, são um país em que o futebol simplesmente não para de crescer nos últimos tempos. O que muitos brasileiros não sabem, no entanto, é que é possível conseguir um green card para os EUA investindo no futebol daquele país.

Você tem dúvidas sobre como organizar suas finanças? Quer investir melhor? Cadastre-se gratuitamente no Ganhe Mais e tenha acesso a uma rede de centenas de planejadores financeiros certificados e capacitados 

O projeto de construção do novo estádio do Orlando City, time que conta com o brasileiro Kaká entre seus jogadores, é um projeto aprovado pelo governo estadunidense para fazer parte do EB-5, programa de vistos permanentes para investidores estrangeiros no país.

Gonzalo Lopez Jordan e Carlos Colombo, especialistas em EB-5 com formação em direito e envolvidos diretamente no projeto, contam que existe uma forte busca de brasileiros para investir no projeto. Os investidores são de várias cidades, como São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre, por exemplo. Gonzalo ainda representa o Centro Regional que estruturou o negócio. Já Carlos representa o escritório de advocacia especializado em EB-5 e imigração Colombo & Hurd.

O investimento necessário é de US$ 500 mil e garante visto para o investidor, cônjuge e filhos com menos de 21 anos em todo o território dos EUA, o que significa que não é necessário que o investidor more em Orlando, na Flórida. O projeto conta com 99 investidores e já está perto de alcançar o total de investidores, com reserva de cerca de 70%.

Mesmo com uma eventual mudança no EB-5 que é esperada por especialistas na área para o final de setembro desse ano, com um potencial aumento no investimento mínimo para fazer parte do programa indo de US$ 500 mil para US$ 800 mil, Jordan e Colombo explicam que o projeto já está aprovado na faixa de investimento de US$ 500 mil, não sendo afetado assim por uma eventual mudança nas regras.

Além disso, os advogados citam como outra vantagem o fato de que o estádio já está com seu financiamento aprovado independentemente do EB-5, o que mostra que essa é uma aplicação segura em um projeto que realmente irá acontecer. “A construção tem um prazo de 17 meses e deve começar daqui dois ou três meses”, relatam.

Você está investindo bem seu dinheiro? Faça o teste aqui

Sobre o time
O Orlando City é um time novo nos EUA, um de seus donos é o empresário brasileiro Flávio Augusto da Silva, e ele tem crescido bastante nas ligas do país. Um dos principais destaques do time é justamente o jogador Kaká, que tem um impacto grande no desempenho do time nessa temporada.

O novo estádio contará com uma capacidade de 29,5 mil lugares, teto nas quatro faces de arquibancadas, 31 suítes, incluindo uma suíte com capacidade para 90 pessoas e outra para 59 convidados, área VIP interna de 780 metros quadrados, terraço de 930 metros quadrados, gramado natural, entre outras estruturas. Atualmente o time joga no Orlando Citrus Bowl, estádio que foi palco da Copa do Mundo de 1994.

Os advogados ainda afirmam que, nos EUA, o futebol cresce bastante e tem muitas mulheres entre seus fãs, o que faz com que o esporte seja uma diversão para toda a família que costuma frequentar os estádios.

 

Contato