Central de FIIs

Ifix completa terceira semana de queda; HSAF11 é destaque de alta na sessão

O fundo HSI Ativos Financeiros (HSAF11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 1,94%

Por  Wellington Carvalho -

 

O IFIX – índice que reúne os fundos imobiliários mais negociados na B3 – fechou a sessão desta sexta-feira (15) com alta de 0,08%, aos 2.778 pontos. No acumulado da semana, o indicador registra queda de 0,50%. Foi a terceira semana seguida de perdas. O fundo HSI Ativos Financeiros (HSAF11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 1,94%. Confira os demais destaques de hoje ao longo do Central de FIIs.

Em relatório assinado pela equipe de analistas de fundos imobiliários, a XP Investimentos listou os FIIs recomendados pela corretora para compra nos principais segmentos do mercado.

O documento lembra que os fundos imobiliários têm perdido atratividade com a atual elevação dos juros no País, que aumenta a rentabilidade das aplicações de renda fixa e acaba diminuindo o interesse do investidor pela renda variável, que embute maior risco.

No entanto, o estudo encoraja a inclusão dos fundos imobiliários na carteira de investimentos pela relação de risco e retorno do produto, que se encontra em uma posição intermediária considerando a renda fixa e as ações. Pensando nisso, os analistas da XP elencaram os FIIs favoritos em diferentes setores. Confira as opções. 

Maiores altas desta sexta-feira (15)

TickerNomeSetorVariação (%)
HSAF11 HSI Ativos FinanceirosTítulos e Val. Mob.1,94
XPPR11XP PropertiesOutros1,77
BTCR11BTG Pactual Credito ImobiliárioTítulos e Val. Mob.1,47
KNRI11Kinea Renda ImobiliáriaHíbrido1,43
AIEC11Autonomy EdifíciosLajes Corporativas1,35

Maiores baixas desta sexta-feira (15):

TickerNomeSetorVariação (%)
ARCT11Riza Arctium Real EstateHíbrido-4,68
VINO11Vinci OfficesLajes Corporativas-1,9
JSRE11JS Real EstateHíbrido-1,64
XPCI11XP Crédito ImobiliárioOutros-1,47
BRCO11BRESCO LogísticaLogística-1,37

Fonte: B3

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Genial Renda Urbana (PURB11) quer captar R$ 100 milhões em nova oferta

O FII Genial Renda Urbana aprovou, nesta quinta-feira (14), a segunda emissão de cotas do fundo, que pretende captar até R$ 100 milhões, conforme fato relevante divulgado pela carteira.

De acordo com o documento, o preço unitário das novas cotas foi fixado em R$ 95,00 e não haverá taxa de distribuição na oferta. O valor é o mesmo da cota negociada atualmente na B3.

Ainda segundo o texto, a oferta é restrita aos investidores profissionais – com mais de R$ 10 milhões ou os institucionais – e os cotistas do fundo não terão direito de preferência para a subscrição de novos papéis.

Focado em imóveis urbanos, o FII Genial Renda Urbana tem uma área bruta locável (ABL) de 5.444 metros quadrados e um patrimônio líquido de R$ 50 milhões.

Dividendos hoje

Confira quais são 20 fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta sexta-feira (15):

TickerFundoRendimento
BBFI11BBB Progressivo R$  26,66
MBRF11Mercantil Do Brasil R$  10,00
LPLP11Lago Da Pedra R$    9,69
BVAR11Brasil Varejo R$    8,00
SHPH11Shopping Patio Higienópolis R$    3,10
BCRI11Banestes Recebíveis Imobiliários R$    1,47
CVBI11VBI Cri R$    1,30
VRTA11Fator Verità R$    1,21
CCME14Canuma Capital R$    1,15
RBVA11Rio Bravo Renda Varejo R$    1,10
HUSC11Hospital Unimed Sul Capixaba R$    1,00
ONEF11The One R$    0,92
SDIL11SDI Rio Bravo Renda Logística R$    0,76
RVBI11VBI Reits FoF R$    0,75
RCRB11Rio Bravo Renda Corporativa R$    0,72
QIRI11Quatá Imob Recebíveis Imobiliários R$    0,71
RBRS11Rio Bravo Renda Residencial R$    0,60
DRIT11Multigestão Renda Comercial R$    0,54
RBFF11Rio Bravo  FoF R$    0,52
BLCA11Bluemacaw Catuaí R$    0,51
CCME15Canuma Capital R$    0,50
CXCE11BCaixa Cedae R$    0,35
DLMT11Del Monte R$    0,01

Fonte: InfoMoney. Tickers com final diferente de 11 se referem aos recibos e direitos de subscrição dos fundos.

Giro Imobiliário: conheça o tipo de FII mais indicado por analistas para investidores iniciantes

Receber mensalmente parte do aluguel gerado em imóveis sofisticados espalhados pelo País já é uma realidade para 1,7 milhão de brasileiros que investem em fundos imobiliários. O número revela uma base de novos investidores que, muitas vezes, podem enfrentar certa insegurança nos primeiros aportes. Afinal, em qual fundo investir?

De forma geral, os fundos imobiliários – ou FIIs – captam recursos entre investidores para a compra de imóveis que, posteriormente, podem ser alugados ou vendidos. As receitas obtidas nas transações – locação ou ganho de capital – são distribuídas entre os cotistas, na proporção em que cada um aplicou.

Em maio, o número de FIIs listados na Bolsa alcançou 436, divididos em diversos segmentos como escritório, shoppings, logística, hospitais, agências bancárias, recebíveis, entre outros. Diante da diversidade, a escolha do primeiro fundo pode não ser tão simples.

Danilo Bastos, sócio-fundador da Ticker Research, lembra que não há um fundo imobiliário mais indicado quando o foco da estratégia é o longo prazo. No entanto, o especialista reconhece que, ao começar em um novo mercado, o investidor chega, de fato, cheio de dúvidas e até com um certo medo.

“Neste sentido, se o investidor não estiver seguindo nenhuma carteira recomendada, a minha sugestão é que a primeira compra seja a de um FoF”, orienta Bastos. Os FoFs são fundos imobiliários que investem em cotas de outros FIIs.

Segundo Bastos, os FoFs oferecem pelo menos três vantagens que ajudam no início da jornada do novo investidor de FIIs: diversificação, informações simplificadas e, atualmente, um bom preço de entrada.

Compartilhe