RADAR INFOMONEY Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

Por que a Bolsa sobe e o PIB cai? O Ibovespa segura os 120 mil pontos, diante do caos na economia?

ETF

Fundos de índices crescem em 2015 no Brasil

Somente em outubro foram registradas mais de 316 milhões de negociações, totalizando um volume de R$ 4,1 bilhões

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – De janeiro a outubro, o total de negociações de ETF na BM&FBovespa, cresceu aproximadamente 27% em comparação ao mesmo período do ano passado. O número de negociações subiu de 1,44 bilhão para 1,83 bilhão. O volume total negociado também cresceu, passando de R$ 25 bilhões para R$ 29,1 bilhões, de acordo com boletim mensal divulgado pela BM&FBovespa.

No mês de outubro, o número de negociações de ETFs registrou aumento em comparação ao mesmo mês de 2014. Foram realizadas 316,6 milhões de negociações, contra 184,8 milhões do período anterior, uma alta de aproximadamente 71%. Já o volume negociado teve um crescimento bem mais modesto de R$ 4 bilhões para 4,1 bilhões.

No acumulado do ano, o patrimônio líquido aumentou de R$ 3,15 bilhão para R$ 3,38 bilhão. Para alguém menos familiarizado com o mercado, esses números podem parecer um excelente resultado. Mas a verdade é que o Brasil ainda está muito atrás de outros países, representando apenas 1,9% do volume total negociado de ETFs no mundo.

Além de ser um mercado ainda incipiente por aqui, a desvalorização do real faz com que a participação do país fique ainda menor nesse mercado. O patrimônio global de ETFs é de US$ 2,8 trilhões, sendo o Estados Unidos responsável por US$ 2 trilhões. O mercado americano possui 1500 ETFs, com um volume médio diário negociado de US$ 88 bilhões, enquanto no Brasil possui apenas 16, com um volume médio diário de R$ 140 milhões.

Claro que é uma covardia comparar o mercado brasileiro com o norte-americano. Mas o Brasil ainda fica muito atrás de outros países como o Chile, por exemplo. A bolsa de comércio de Santiago possui 201 ETFs listados. E o México, com 40% da participação no volume negociado das bolsas, possui 563 ETFs listados.