Central de FIIs

Ifix encerra sessão com queda de 0,34%; FII VGIP11 é destaque de alta

O fundo VALORA IP (VGIP11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 1,46%

Por  Wellington Carvalho -

 

O IFIX – índice que reúne os fundos imobiliários mais negociados na B3 – fechou a sessão desta terça-feira (05) com queda de 0,34%, aos 2.783 pontos. O fundo VALORA IP (VGIP11) liderou a lista das maiores altas do pregão, com elevação de 1,46%. Confira os demais destaques de hoje ao longo do Central de FIIs.

Em fato relevante divulgado nesta segunda-feira (4), o FII XP Log (XPLG11) anunciou a venda de nove módulos do galpão logístico G02, que faz parte do Condomínio Cone MM1, localizado na cidade de Cabo de Santo Agostinho, em Pernambuco.

De acordo com o documento, as unidades representam uma área bruta locável (ABL) de 19,887 mil metros quadrados e foram negociadas por R$ 126 milhões, equivalente a R$ 6,360 mil o metro quadrado.

Do valor da transação, a parte compradora já desembolsou R$ 25 milhões e o montante remanescente será dividido em outros cinco pagamentos semestrais de R$ 20,2 milhões.

Pelos cálculos do XP Log, a operação gerou um ganho de capital de R$ 67 milhões, sem considerar a correção monetária prevista para as parcelas. O valor representa um impacto de aproximadamente R$ 2,48 por cota.

Durante o período de recebimento das parcelas semestrais – até julho de 2025 – a receita do fundo aumentará em R$ 0,04 por cota, considerando o ganho de capital e a redução da receita com aluguel.

Os gestores lembram ainda que a transação está em linha com a estratégia do fundo que busca, por meio da reciclagem de portfólio, a geração de valor para os cotistas.

Antes da venda dos nove módulos do galpão logístico G02, o XP Log somava 956 mil metros quadrados de área construída. A Vacância do portfólio está em 9%, de acordo com o último relatório gerencial.

Maiores altas desta terça-feira (5)

TickerNomeSetorVariação (%)
VGIP11VALORA IPOutros1,46
SDIL11SDI Rio BravoLogística0,75
HGBS11Hedge Brasil ShoppingShoppings0,65
MCHF11Mauá Capital Hedge FundTítulos e Val. Mob.0,64
RBRR11RBR Rendimento High GradeTítulos e Val. Mob.0,63

Maiores baixas desta terça-feira (5):

TickerNomeSetorVariação (%)
CARE11Brazilian Graveyard and Death CareOutros-5,52
XPPR11XP PropertiesOutros-3,9
HSML11HSI MALLShoppings-2,52
PVBI11VBI Prime PropertiesLajes Corporativas-2,39
LVBI11VBI LogísticoLogística-2,08

Fonte: B3

FII BTRA11 contesta inclusão de dívida em processo de recuperação judicial de locatário

Os responsáveis pela fazenda Vianmancel, em Nova Maringá (MT) – cujo terreno pertence ao FII BTG Pactual Terras Agrícolas – incluiu no processo de recuperação judicial, aprovado no mês passado, uma dívida de R$ 73 milhões que tem com o fundo.

Em comunicado ao mercado, os gestores da carteira confirmaram a inclusão do débito na ação, mas alegaram que a pendência não deveria fazer parte da lista de credores dos produtores.

“Nesse sentido, estão sendo tomadas pela administradora e pela gestora as medidas necessárias para informar ao juízo competente que tal crédito não está sujeito ao processo de recuperação judicial”, informou o fundo em fato relevante.

Em junho, as cotas do BTG Pactual Terras Agrícolas caíram mais de 15% depois da notícia sobre a situação dos responsáveis pela fazenda, adquirida em agosto de 2021 pelo fundo, em uma operação sale-leaseaback – que aluga o imóvel comprado para o ex-proprietário. O terreno representa atualmente 23% da receita contratada da carteira.

Diante do problema, o fundo reduziu a distribuição de dividendos pagos no mês passado para R$ 0,70 por cota, abaixo do valor de maio, de R$ 0,94.

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Compartilhe