FII compra participação em 6 shoppings da Allos; investimento chega a R$ 537 mi

E mais: Ifix sobe; as lições de André Bacci, que há 10 anos vive de dividendos

Wellington Carvalho

Publicidade

O FII Vinci Shopping Centers (VISC11) assinou compromisso para a compra de participação em sete empreendimentos, de acordo com fato relevante divulgado pelo fundo nesta terça-feira (26). A transação está avaliada em R$ 537 milhões.

Seis dos sete complexos comerciais fazem parte do portfólio da Allos (ALOS3), que já confirmou o negócio.

Segundo o documento, o acordo ainda depende da superação de regras previstas no contrato e prevê a aquisição de frações dos shoppings:

Oferta Exclusiva para Novos Clientes

CDB 150% do CDI

Invista no CDB 150% do CDI da XP e ganhe um presente exclusivo do InfoMoney

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Conforme cálculo da equipe de gestão, a transação representa um cap rate – quanto os ativos retornam de capital em relação ao montante investido – de 9,13% ao ano, 10,3% acima da média do portfólio atual do fundo.

Caso estas aquisições sejam concluídas, o portfólio do VISC11 passará a ser composto por 30 empreendimentos, permanecendo como o fundo imobiliário detentor do maior número de participações diretas em shoppings, aponta documento divulgado pela carteira.

As possíveis aquisições adicionarão ainda dois novos estados ao portfólio do Fundo, que passará a ter presença em 16 estados do país e em todas as regiões do Brasil.

Continua depois da publicidade

Ifix hoje:

Na sessão desta segunda-feira (26), o Ifix – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – opera no campo positivo. Às 11h11, o indicador registrava alta de 0,39%, aos 3.273 pontos.

Aposentadoria com FIIs: as lições de André Bacci, que há 10 anos vive de dividendos

O Ifix – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – atingiu o maior patamar da história e a expectativa para o segmento em 2024 é de otimismo, de acordo com analistas. O cenário nem de longe lembra o enfrentado pelos investidores de FIIs nos últimos anos, especialmente aqueles que vivem exclusivamente com os rendimentos das carteiras.

Mesmo para quem já alcançou a independência financeira, os altos e baixos do mercado deixam lições e ajudam a melhorar o gerenciamento da renda passiva, sinaliza André Bacci, investidor que há 10 anos tem como única fonte de renda os dividendos dos fundos imobiliários.

No programa, Bacci compartilhou estratégias para manutenção do poder de compra da renda recebida dos FIIs e dicas para o gerenciamento do portfólio. Confira as sugestões que servem tanto para quem já alcançou a independência financeira quanto para aqueles que ainda estão no meio da jornada.

Newsletter

Liga de FIIs

Receba em primeira mão notícias exclusivas sobre fundos imobiliários

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Wellington Carvalho

Repórter de fundos imobiliários do InfoMoney. Acompanha as principais informações que influenciam no desempenho dos FIIs e do índice Ifix.