Criptoativos

Ethereum sobe e passa dos US$ 2 mil após BlackRock entrar com pedido de ETF

Gestora registrou o ETF iShares Ethereum Trust no estado de Delaware, nos Estados Unidos

Por  Lucas Gabriel Marins -

O Ethereum (ETH) subiu 6% e ultrapassou os US$ 2 mil na tarde desta quinta-feira (9) após a maior gestora do mundo, a BlackRock, entrar com um pedido de ETF (fundo de índice) nos Estados Unidos.

A gigante registrou o iShares Ethereum Trust no estado de Delaware, segundo documento com o pedido compartilhado pelo portal especializado em criptomoedas CoinDesk.

Na documentação, de acordo com o que foi divulgado pelo site, constam os nomes de uma entidade chamada BlackRock Advisors e de Daniel Schwieger, diretor administrativo da empresa.

XP Investimentos
Abra a sua conta e ganhe uma mochila XP Aston Martin
Confira os 4 passos para garantir a sua
EU QUERO

A BlackRock ainda não se pronunciou sobre o tema.

A gigante, que tem sob gestão quase US$ 9 trilhões em ativos, também está na corrida para o lançamento do primeiro ETF dos EUA com exposição direta ao Bitcoin (BTC).

No final de outubro, a gestora listou o ticker de seu ETF iShares Bitcoin Trust no Depository Trust & Clearing Corp (DTCC), empresa que presta serviços de compensações para a Nasdaq.

A Comissão de Valores Mobiliários dos EUA, a SEC, ainda não deu aval para nenhum pedido de ETF à vista de BTC no país. No entanto, segundo analistas da Bloomberg, a aprovação pode estar perto, o que poderia abrir caminho também para um fundo de índice do Ether.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Compartilhe