CVM lança política de finanças sustentáveis

Documento define diretrizes, governança e previsão de plano de ação para ampliar, organizar e divulgar iniciativas no tema

Estadão Conteúdo

(Getty Images)
(Getty Images)

Publicidade

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) lançou sua Política de Finanças Sustentáveis, que define diretrizes, governança e previsão de plano de ação para ampliar, organizar e divulgar iniciativas no tema.

A expectativa é que o plano ajude a organizar e estruturar os trabalhos de finanças sustentáveis da autarquia, além de aprimorar a divulgação e a comunicação dos resultados das atividades. Iniciativas da CVM no âmbito das finanças sustentáveis serão sistematizadas no Plano de Ação.

De acordo com João Pedro Nascimento, presidente da reguladora, trata-se da “consolidação de um trabalho que já tem se manifestado em outros normativos da autarquia”.

Continua depois da publicidade

Ele cita como exemplos a Resolução CVM 59, que traz a ideia da divulgação no Formulário de Referência de informações sobre medidas socioambientais adotadas pelos emissores, e a Resolução CVM 175, que reconhece a possibilidade de fundos investirem em ativos ambientais como ativos financeiros.

Noutro movimento recente, a reguladora incluiu governança em ações ESG como uma das supervisões temáticas para riscos considerados emergente, no bojo do Plano Bienal de Supervisão Baseada em Risco 2023-2024, divulgado no fim de 2022.