De Olho

Central de FIIs: fundos imobiliários têm novo dia de queda enquanto investidores aguardam Copom

Confira as informações que influenciam na indústria dos fundos imobiliários hoje

Por  Wellington Carvalho -

SÃO PAULO – O Ifix, índice dos fundos imobiliários mais negociados na bolsa brasileira, completou nesta quarta-feira (27) a 7ª sessão de baixa consecutiva. Por volta das 15h, o índice chegou a cair mais de 0,9%, mas recuperou parte das perdas e fechou em baixa de 0,47%. Na semana, o Ifix cai 1,16% e, no mês, 1,28%. No acumulado do ano as perdas somam 6,59%.

O pregão foi marcado pela expectativa dos investidores de fundos imobiliários em torno do desfecho da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central nesta quarta-feira (27), que definirá o novo patamar da taxa básica de juros da economia nacional, a Selic, atualmente em 6,25% ao ano.

A elevação da Selic aumenta a rentabilidade das aplicações de renda fixa atreladas à taxa do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), que acabam tradicionalmente atraindo cotistas de fundos imobiliários interessados em tomar menos risco, o que pressiona as cotações dos FIIs. Em 2021, o Copom já elevou a Selic cinco vezes.

Para o encontro de hoje, as apostas de uma elevação maior do que 1 ponto percentual na Selic ganharam força no mercado. Entre bancos e outras instituições, as previsões já chegam a até 2 pontos percentuais de alta hoje.

O grupo consultivo macroeconômico da Anbima (Associação das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais), por exemplo, que esperava uma alta de 1 ponto percentual, elevou a previsão para 1,25 ponto percentual depois das discussões sobre ajustes no teto de gastos do governo federal para acomodar os recursos do Auxílio Brasil, programa de transferência de renda do governo federal que substituirá o Bolsa Família. Para a reunião de dezembro, a Anbima aposta em nova elevação de 1,25 ponto.

Leia Mais:

Maiores altas desta quarta-feira (27):

TickerNomeSetorVariação (%)
(XPCM11)XP Corporate MacaéLajes Corporativas3,77
(HGBS11)Hedge Brasil ShoppingShoppings2,41
(VGIR11)Valora RE IIITítulos e Val. Mob.1,72
(HABT11)Habitat IITítulos e Val. Mob.1,48
(RBFF11)Rio Bravo IFIXTítulos e Val. Mob.0,97

 

Maiores baixas desta quarta-feira (27):

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

TickerNomeSetorVariação (%)
(HSLG11)HSI LogísticaLogística-2,2
(GTWR11)Green TowersLajes Corporativas-2,05
(RFOF11)RB Capital ITítulos e Val. Mob.-1,97
(SPTW11)SP DowntownLajes Corporativas-1,96
(IRDM11)Iridium RecebiveisTítulos e Val. Mob.-1,81

Fonte: B3

Maxi Renda supera 450 mil cotistas e HSI Malls compra shopping na Bahia

Confira as últimas informações divulgadas por fundos imobiliários em fatos relevantes:

Maxi Renda (MXRF11) confiante na retomada do setor imobiliário

Maior fundo imobiliário em número de cotistas, o Maxi Renda ultrapassa a simbólica marca de 450 mil investidores e chegou a um total de 456 mil no último trimestre, crescimento na casa dos 10%. As informações fazem parte do balanço do 3ª trimestre do fundo, divulgado nesta terça-feira (26). A gestão do fundo mantém visão otimista para o setor imobiliário e para mercado de FIIs nos próximos trimestres, apesar do que classifica como deterioração do ambiente político e macroeconômico no país.

O documento lembra que, no trimestre anterior, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central optou por duas elevações da Selic, atualmente em 6,25% ao ano. Além disso, destaca o balanço, o mercado fechou o mês de setembro com projeções altistas para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de 8,51% contra 6,07% no começo de julho.

No ambiente político, a gestão do Maxi Renda mantém no radar as discussões sobre o Auxílio Brasil, além do projeto de emenda constitucional (PEC) dos precatórios, da CPI da Covid e da reforma tributária.

Apesar das incertezas e da queda de 1,42% do Ifix no trimestre, o balanço do fundo aponta que os lançamentos de empreendimentos imobiliários seguiram em ritmo forte no período, assim como verificado no trimestre anterior, também com elevação do número de vendas de grandes incorporadoras que atuam no mercado paulista.

Além da demanda represada durante a pandemia, a XP Asset, gestora do fundo, acredita que o avanço da vacinação contra a Covid-19 e as aprovações das reformas necessárias para o país auxiliarão a retomada do setor.

De julho a setembro, o Maxi Renda distribuiu em média R$ 0,23 por cota, representando um retorno equivalente a 218% da taxa do CDI.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia mais:

 

HSI Malls (HSML11) planeja investimento de R$ 432 milhões em shopping na Bahia

O HSI Malls assinou compromisso para a compra de 51% do Shopping Paralela, em Salvador (BA), e mais 100% da área de expansão do imóvel, que tem como locatária atualmente a Unime, faculdade do grupo Cogna.

De acordo com a administradora do fundo, a transação está condicionada a trâmites como a realização de auditoria dos ativos e aprovação do negócio em assembleia geral.

Se confirmada a transação, o HSI Malls pagará R$ 432 milhões pelos espaços que, somados, representam 37 mil metros quadrados de área locável. A expectativa da gestão é que a transação gere um resultado adicional de R$ 29 milhões nos próximos 24 meses, o equivalente a R$ 1,84 por cota.

Inaugurado em 2009, o Shopping Paralela está localizado na região de Alphaville, em Salvador, e abriga 263 lojas. Já a faculdade Unime tem contrato de aluguel até fevereiro de 2029, que pode ser renovado por mais dez anos.

Com a aquisição, o fundo passará a contar com 6 ativos e uma área bruta locável (ABL) de cerca de 166 mil metros quadrados nos Estados de Alagoas, Bahia, Acre e São Paulo.

Dividendos de hoje

Confira os fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta quarta-feira (27):

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

TickerFundoRendimento (R$)DY Mensal (%)
(BTAL11)BTG Pactual Agro0,800,81

Fonte: InfoMoney

Giro imobiliário: Volume de lançamentos de imóveis aumenta 60%

Lançamentos de imóveis cresceram quase 60% nos primeiros sete meses de 2021, na comparação com o mesmo período do ano passado. O dado é do indicador Abrainc-Fipe, que aponta mais de 68 mil unidades habitacionais lançadas entre janeiro e julho.

Considerando o último trimestre móvel, encerrado em julho, a elevação no volume de lançamentos é de 69,5% na comparação com o mesmo período de 2020. Nesta medição, foram lançadas 35 mil unidades.

Para Luiz França, presidente da Abrainc (Associação Brasileira das Incorporadoras), os números sinalizam que o setor imobiliário segue consistente. “Nos últimos 12 meses foram comercializadas mais de 152 mil unidades pelas incorporadoras, o que demonstra a solidez e o potencial da atividade no processo de recuperação econômica brasileira”, afirma.

França destaca ainda os resultados das vendas de imóveis no último trimestre móvel encerrado em julho. Foram 39 mil unidades negociadas no período, o que representa um aumento de 12,8% na comparação com os mesmos meses do ano passado.

De acordo com o indicador Abrainc-Fipe os empreendimentos do programa do governo federal Casa Verde Amarela representaram 74,8% dos lançamentos e 82,7% das vendas nos últimos 12 meses. O segmento residencial de médio e alto padrão teve uma elevação nos lançamentos de 235,6% no acumulado ano. As vendas também apontam para uma subida de 23,8% entre janeiro e julho de 2021.

 

Liga de FIIs

As discussões sobre ajustes no teto de gastos do governo federal levaram o Ibovespa ao pior resultado semanal do ano, com queda acumulada de mais de 7%, entre os dias 18 e 22 de outubro. No mesmo período o Ifix mostrou mais resiliência com queda de pouco mais de 1%. Será que os fundos imobiliários são menos voláteis que ações em momentos de crise? Vale a pena investir em FIIs em momentos de maior volatilidade? Essas e outras perguntas foram respondidas na edição desta terça-feira (26) do programa Liga de FIIs, produzido pelo InfoMoney e apresentado por Maria Fernanda Violatti, analista da XP, e Thiago Otuki, economista do Clube FII. O programa também contou com a participação de Ricardo Almendra, sócio fundador e CEO da RBR Asset.

 

Calcule sua renda com FIIs
Baixe uma planilha gratuita que mostra o retorno com dividendos de uma carteira de fundos imobiliários:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe