Renda fixa

Com três interrupções no dia, Tesouro Direto encerra operações sem direção definida dos papéis

Plataforma de compra e venda de títulos públicos apresentou forte instabilidade nesta sexta-feira

SÃO PAULO – Após três suspensões das negociações nesta sexta-feira (20), sendo a última às 16h, o Tesouro Direto encerrou os negócios desta sexta-feira sem uma direção única dos títulos públicos.

Entre os papéis com retornos prefixados, o com prazo em 2023 pagava 6,90% ao ano no fim do dia, ante 6,96% a.a. na tarde de quinta-feira (19), enquanto o retorno do Tesouro Prefixado com juros semestrais 2031 disparava, de 8,92% para 9,40% ao ano.

Entre os títulos com rendimentos indexados à inflação, o Tesouro IPCA+2026 oferecia um prêmio anual de 4,10%, ante 4,13% a.a. ontem. Já os papéis com vencimentos em 2035 e 2045 pagavam uma taxa de 4,64% ao ano, ante 4,37% a.a. anteriormente.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos ofertados nesta sexta-feira (20):

Fonte: Tesouro Direto

Noticiário

Após um pregão que começou positivo para o mercado acionário brasileiro, a bolsa inverteu o rumo à tarde e fechou novamente em baixa. O Ibovespa caiu 1,85%, a 67.069 pontos, e consolidou uma queda de 18,88% na semana. Parte das perdas do dia pode ser atribuída ao movimento de vendas antes do fim de semana, em meio a um contexto ainda de grande indefinição como o atual.

Leia também

Nos Estados Unidos, o Estado da Califórnia colocou 40 milhões de pessoas em quarentena obrigatória, enquanto a Itália chegou ao total de 3.405 mortes e deve fazer um lockdown ainda maior para conter o avanço no número de casos.

No Brasil, por conta do avanço da doença, o Senado Federal pretende votar hoje decreto de calamidade pública encaminhado pelo governo federal, que permite, até 31 de dezembro, o descumprimento da meta fiscal.

Invista a partir de R$ 100 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico!