Em onde-investir / acoes

Melhor corretora de 2013 supera o Ibovespa em quase 30 p.p.; veja o ranking

A carteira recomendada pela Ágora/Bradesco, com rendimento de 13,97% foi a única que conseguiu bater o CDI

SÃO PAULO – A bolsa de valores brasileira teve o segundo pior desempenho do mundo em 2013, ficando na frente apenas da bolsa do Peru. Seu principal índice, o Ibovespa, fechou o ano em queda de 15,5%, sendo que, apenas em dezembro, o benchmark caiu 1,86%, para 51.504 pontos.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

No entanto, mesmo com o desempenho ruim do benchmark, algumas corretoras conseguiram acertar nas escolhas ao longo do ano e apresentaram um resultado extremamente satisfatório, como a campeã de 2013, Ágora/Bradesco, que rendeu 29,47 p.p. acima do índice, ou 13,97%, e a Geração Futuro, cuja carteira valorizou 10,41%, ou 25,91 p.p. acima do benchmark, ante queda de 15,5% do Ibovespa.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

O ranking InfoMoney de carteiras recomendadas é constituído por 20 portfólios e apenas um deles, da Inva Capital, rendeu menos que o Ibovespa no ano. Oito carteiras tiveram desempenho positivo e 12 fecharam no vermelho.

No acumulado do ano, a média das carteiras recomendadas fechou em queda de 1,96%, ou 13,54 p.p. acima do Ibovespa, contra queda de 15,5% do benchmark.

Bradesco e Geração Futuro bateram quase todos os tipos de investimento
A carteira recomendada da Ágora/Bradesco, que tirou em maio o primeiro lugar do BTG Pactual, da onde não saiu mais, e da Geração Futuro terminaram o ano batendo não só o Ibovespa (-15,5%), como o CDB (+8,11%), o CDI (+7,84%), a poupança (+5,85%), o Ifix (-12,65%) e o ouro (-16,89%). As corretoras perderam apenas do dólar, investimento campeão de 2013, que rendeu 15,26%.

Já a terceira posição ficou com o BTG Pactual. A corretora, no acumulado dos 12 meses do ano, registrou elevação de 7,34%, ou 22,84 p.p. acima do Ibovespa. Na quarta posição permaneceu a Walpires, enquanto a quinta posição ficou com o BB Investimentos.

Ibovespa X Média das Carteiras Recomendadas em 2013
  JUL AGO SET OUT NOV DEZ Acum. 2013
Ibovespa +1,64% +3,68% +4,66% +3,66% -3,24% -1,86% -15,50%
Média das
Carteiras
+1,80% +2,22% +3,75% +4,19% -0,94% -2,89% -1,96%
Diferença +0,16 p.p. -1,46 p.p. -0,91 p.p. -0,91 p.p. +2,30 p.p. -1,03 p.p. +13,54 p.p.

As melhores e piores de dezembro
A carteira recomendada pela Gradual liderou o ranking da compilação das carteiras realizadas pelo Portal InfoMoney em dezembro, com rentabilidade de 1,36%, contra queda de 1,86% do benchmark. A segunda e terceira posição ficou com BB Investimentos e a WinTrade, com alta de 1,27% e queda de 1,05%, respectivamente. A Octo havia liderado o ranking de novembro.

Por outro lado, na pior posição do mês aparece a carteira da Inva Capital, com rentabilidade negativa de 5,14%. As companhias que mais colaboraram com o desempenho ruim da corretora foram: ALL (ALLL3), Petrobras (PETR4) e Paraná Banco (PRBC4), com quedas de 15,90%, 10,67% e 9,59%, respectivamente.

A Inva Capital ficou na lanterninha também no acumulado de 2013, com uma queda de 17,51% no ano. Outras carteiras que figuraram entre os piores desempenhos deste ano são: Omar Camargo, com baixa de 14,93%, e a WinTrade, com perdas de 14,74%.

Melhores e Piores Performances Mensais de 2013
Mês Melhor Performance Pior Performance
Corretora Rent. Corretora Rent.
Dezembro Gradual +1,36% Inva Capital -5,14%
Novembro Rico Corretora +2,70% Inva Capital -5,05%
Outubro BB Investimentos +7,72% WinTrade +0,50%
Setembro Gradual +10,03% WinTrade -0,55%
Agosto Walpires +7,66% XP Investimentos -0,44%
Julho Souza Barros +5,87%  Inva Capital  -2,85%
Junho Walpires -5,03% Inva Capital -13,23%
Maio Geração Futuro +4,59% Inva Capital -5,01%
Abril Indusval +2,63% Souza Barros -5,36%
Março Geração Futuro +3,79% WinTrade -5,38%
Fevereiro PAX +3,50% Socopa -5,88%
Janeiro BTG Pactual +6,11% Coinvalores -2,52%

Confira o desempenho dos portfólios em 2013:

Desempenho acumulado das carteiras recomendadas em 2013
Posição Banco/Corretora* Rentabilidade
acumulada em 2013
Diferença sobre
o Ibovespa
Bradesco +13,97% +29,47 p.p.
Geração Futuro +10,41% +25,91 p.p.
BTG Pactual +7,34% +22,84 p.p.
Walpires +6,90% +22,40 p.p.
BB +4,18% +19,68 p.p.
Octo +3,31% +18,81 p.p.
Pax +2,15% +17,65 p.p.
Geral +0,77% +16,27 p.p.
Ativa -1,19% +14,31 p.p.
10º SLW -1,61% +13,89 p.p.
11º Gradual -1,89% +13,61 p.p.
12º HSBC -2,68% +12,82 p.p.
13º Coin -3,67% +11,83 p.p.
14º Um -3,72% +11,78 p.p.
15º Souza Barros -4,64%

+10,86 p.p.

16º XP -9,61% +5,89 p.p.
17º Planner -9,69% +5,81 p.p.
18º Wintrade -14,74% +0,76 p.p.
19º Omar Camargo -14,93% +0,57 p.p.
20º Inva Capital -17,51% -2,01 p.p.

Metodologia
Para realizar o levantamento de dezembro e 2013, o InfoMoney utilizou carteiras de ações recomendadas para o período mensal por 20 corretoras e bancos: Geral Investimentos, Geração Futuro, Gradual, Ativa Corretora, Souza Barros, Bradesco, BTG Pactual, Um Investimentos, Octo Investimentos, Walpires, Coinvalores, XP Investimentos, WinTrade, Omar Camargo Corretora, Planner, SLW, PAX, BB Investimentos, HSBC e Inva.

Importante ainda destacar que:
1. O InfoMoney considerou a primeira publicação de cada uma destas carteiras nos referidos meses, não levando em consideração eventuais mudanças promovidas pelas corretoras e bancos em suas carteiras recomendadas no decorrer de mês.

2. As cotações consideradas nas comparações de desempenho são as de fechamento do último dia útil de cada mês, considerando sempre a cotação ajustada em um eventual provento que ocorrer no período (dividendo, juros sobre capital próprio, subscrição, desdobramento etc).

3. Utilizando metodologia semelhante à adotada no cálculo da carteira teórica do Ibovespa, o desempenho considerado das carteiras recomendadas em 2013 é cumulativo.

4. A partir de setembro de 2011 passamos a adotar apenas uma carteira recomendada para cada corretora. Após informarmos as corretoras que possuíam mais de uma carteira no ranking sobre essa nova metodologia, decidimos junto com elas qual o único portfólio que seria utilizado e quais seriam excluídos.

 

Contato