Em onde-investir / acoes

Após reunião com CEO, Ágora/Bradesco está confiante com Eztec; entenda

O baixo endividamento e o bom caixa da empresa são pontos destacados pelos analistas

Ez Towers
(Divulgação)

SÃO PAULO – A equipe da corretora Ágora/Bradesco realizou, na última semana, uma série de reuniões com altos executivos da Eztec (EZTC3) incluindo seu diretor-presidente (CEO), Marcelo Zarzur e o diretor financeiro (CFO) da companhia, Emilio Fugazza. “Em síntese, em nossa visão, a Eztec deverá continuar apresentando níveis de rentabilidade acima da média do setor de construção civil”, afirmam os analistas que saíram bastante otimistas dos encontros.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

A três principais pautas dos encontros foram como manter as margens elevadas de rentabilidade atuais da empresa; como garantir elevados retornos a longo prazo; e avaliar a possibilidade de uma melhora na estrutura de capital, com ampliação da dívida.

A escolha por projetos com elevada rentabilidade estabelecidos na região metropolitana de São Paulo é uma das opções da empresa no intuito de manter seu crescimento orgânico. A Eztec pretende ainda lançar grandes projetos a cada dois ou três anos.

Outro ponto importante na estratégia da companhia é a manutenção de uma posição de caixa líquido, o que significa que o dinheiro disponível para a empresa é superior à sua dívida bruta. “Além disso, o saldo líquido positivo pode mostrar-se vantajoso em cenários adversos, uma vez que empresas capitalizadas podem encontrar ativos por preços atrativos”, relata a Ágora/Bradesco.

Em relação à estrutura de capital, os analistas relatam que a Eztec deverá aumentar sua distribuição de dividendos no futuro, caso consiga gerar um excesso de caixa. Porém, esse não é um projeto para o curto prazo, uma vez que a companhia está investindo em grandes projetos atualmente.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

Os analistas destacam ainda que, quando a companhia aumentar para 10% sua participação no mercado de empreendimentos de longo prazo na região metropolitana de São Paulo, há a tendência de expansão para outra região. Todavia, é improvável que isso aconteça nos próximos cinco anos.

A grande vantagem na concentração de seus projetos em uma única região está em obter conhecimento profundo da região e sua cadeia produtiva local e permitir a manutenção de um baixo nível de endividamento.

A recomendação dos analistas para o papel da Eztec é de Compra, com preço-alvo calculado em R$ 40,40 por ação para dezembro de 2014.

 

Contato