Em onde-investir / acoes

Quer ganhar com dividendos? Veja lições de profissionais

Para Allan Oliveira, da Futura Investimentos, esse é um ótimo tipo de investimento para o longo prazo, mas é importante acompanhar o balanço da empresa trimestralmente

Cerca elétrica
(ThinkStock)

SÃO PAULO – Para investir pensando em dividendos, precisa ter o perfil correto e muito bem definido. De acordo com especialistas, o investidor não pode ser ansioso, se abalar com perdas no curto prazo e, muito menos, utilizar essa estratégia se não tiver certeza que não irá precisar do dinheiro investido por muitos e muitos anos. Caso contrário, tudo pode dar errado.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

De acordo com Allan Oliveira, analista da Futura Investimentos, esse é um ótimo tipo de investimento para quem tem o perfil de longo prazo, mas é importante sempre acompanhar o balanço da empresa trimestralmente. “O investidor tem que estar de olho em qualquer mudança na companhia, pois se diminuir o lucro ou mudar a política de pagamento de dividendos, o sócio minoritário tem que estar ciente para fazer qualquer alteração na carteira”, explicou.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

Segundo o especialista, o investidor tem que ter a sua estratégia bem definida: se ele vai reaplicar os dividendos ou resgatar o dinheiro. “Se ele for reaplicar, é importante procurar empresas com potencial de crescimento, se ele for guardar, recomendo que ele compre os papéis das companhias com os maiores dividend yield do mercado”, completou.

Cuidados antes de investir
Antes de comprar ações pensando no longo prazo, para ganhar com os dividendos, o investidor tem que ver todas as características do papel que ele está comprando, como o dividend yield da ação e a periodicidade que a empresa remunera o investidor, de acordo com Pedro Galdi, analista-chefe da SLW. “Os dividendos podem ser pagos a cada mês, trimestre, semestre ou até ano, depende da política da empresa. É importante ver tudo isso antes de investir”, alertou.

Segundo ele, investir em dividendos é pra quem está pensando no longuíssimo prazo ou até na aposentadoria, ou seja, nao é pra quem quer comprar hoje e vender daqui uma semana. No entanto, isso não significa que não precisa acompanhar o desempenho da empresa e estar sempre alerta a qualquer mudança, afinal, se mudar o perfil da empresa e ela mudar sua política de dividendos, por exemplo, ela não pode mais fazer parte da carteira, porque se não, além da desvalorização do papel, ele ainda não vai ter os dividendos esperados, por pura desatenção. “Tem que estar sempre acompanhando”, afirmou Galdi.

Ótimos papéis para investir em dividendos
Ainda de acordo com o analista-chefe da SLW, os melhores papéis para investir pensando no lucro com dividendos, a longo prazo, são: Itaú Unibanco (ITUB4), Bradesco (BBDC4), Cemig (CMIG4), AES Tiete (GETI4), Coelce (COCE5), Tractebel (TBLE3), CPFL (CPFE3), Telefônica (VIVT4), Cielo (CIEL3), CCR (CCRO3).

É importante reforçar que esses papéis são bons para essa estratégia apenas neste momento, ou seja, o investidor tem que acompanhar a empresa e estar sempre atento a qualquer mudança, pois elas pode se tornar desinteressante para este fim com apenas um anúncio. Ao mesmo tempo, outras companhias podem se tornar mais interessantes. “O investidor tem que estar sempre de olho. Essa dica é fundamental”, finalizou o especialista.

 

Contato