Em onde-investir / acoes

Suas ações despencaram? Saiba quando vale a pena fazer preço médio

"Se a empresa for sólida, o preço médio pode valer a pena, mas se for uma empresa do grupo X, por exemplo, venda na hora, pois a perda será cada vez maior", diz analista

ações - mercado financeiro - bolsa - queda - venda

SÃO PAULO – Suas ações estão em queda livre. Em muitos casos, vem a dúvida: devo vender tudo e administrar a perda para evitar que ela seja ainda maior no futuro, manter as ações na carteira e esperar ou comprar mais ações para diminuir o seu preço médio? O InfoMoney questionou especialistas sobre o que é melhor fazer nestes casos.

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na Bolsa

De acordo com o analista-chefe da SLW Corretora, Pedro Galdi, o preço médio só vale a pena se você comprou o papel de uma empresa sólida e com fundamento. Neste caso, se a bolsa azedar por algum motivo e o papel for de R$ 10,00 para R$ 9,00, por exemplo, você compra mais ações, trazendo o preço médio de aquisição para R$ 9,5, e, quando a ação voltar a subir, você pode recuperar e ainda sair no lucro.

“Lembrando que isso só vale para empresas boas e sólidas, que apresentam bons resultados. Já com empresas especulativas, não vale a pena de forma alguma fazer preço médio. O melhor nesse caso é assumir a perda e sair do papel o quanto antes”, disse o analista.

Ainda segundo ele, para fazer preço médio  o investidor  deve ter o "pé no chão", e saber as empresas que valem a pena ou não fazer isso. “Se for uma empresa do grupo X, por exemplo, é melhor vender na hora, pois é melhor administrar a perda do que ficar baixando sua média para sempre”, completou o analista-chefe.

O máximo de cuidado
Já Paulo Esteves, analista da Gradual Investimentos, é ainda cético em relação ao assunto: “Eu não sou muito favorável a fazer preço médio. Existe uma máxima que eu procuro seguir, na qual o investidor não deve colocar dinheiro bom em cima de dinheiro ruim.”

No entanto, de acordo com o analista, é importante também analisar o motivo pelo qual o papel está caindo, pois se for apenas um grande investidor tirando posição, tudo bem, mas se for reflexo de uma piora dos fundamentos da empresa, o melhor é vender, antes que a perda seja ainda maior no futuro.

“Eu me baseio sempre nos ensinamentos de Warren Buffett: o que ele passa aos pequenos investidores é que é muito importante ter a humildade de reconhecer o erro em uma determinada locação e administrar suas perdas, ao invés de insistir nela. Faz parte do processo ter que reverter uma posição. É melhor admitir sua perda e compensá-la em outras compras vencedoras do que insistir no erro e comprar a ação em baixa para diminuir o preço médio”, finalizou Esteves.

 

Contato